PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Minério de ferro avança 2,5% na véspera de feriado de uma semana na China

30/09/2019 07h58

A jornada desta segunda-feira foi marcada pela importante valorização dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento para janeiro do ano que vem, encerrou a 655,50 iuanes por tonelada, o que representa um ganho de 2,50% sobre o valor de liquidação de sexta, 639,50 iuanes/t.

A sessão seguiu no mesmo sentido nos negócios com o vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato de maior liquidez, de janeiro de 2020, avançou 36 iuanes para 3.470 iuanes por tonelada. Já o segundo mais líquido, de maio do próximo calendário, ganhou 30 iuanes para 3.281 iuanes por tonelada.

Os mercados de ações da China tiveram queda para o menor nível em quase um mês na segunda-feira, com a notícia de que os Estados Unidos podem restringir o acesso das empresas chinesas ao mercado de capitais americano, alimentando os temores de uma grande escalada em sua guerra comercial de um ano.

A administração do presidente Donald Trump está considerando retirar as empresas chinesas das bolsas de valores dos EUA, disseram três fontes informadas sobre o assunto na sexta-feira.

A medida seria parte de um esforço mais amplo para limitar o investimento dos EUA em empresas chinesas, disseram duas fontes. Uma fonte disse que foi motivada pelas crescentes preocupações de segurança do governo Trump sobre as atividades das empresas.

A Nasdaq está reprimindo as ofertas públicas iniciais de pequenas empresas chinesas, restringindo e diminuindo sua aprovação, de acordo com documentos regulatórios, executivos corporativos e banqueiros de investimento.

Pesquisas de atividade fabril na China apontaram para uma ligeira melhora em setembro, à medida que a demanda doméstica aumentou, mas analistas acreditam que os ganhos serão de curta duração à medida que o mercado imobiliário esfriar e as tensões comerciais nos EUA continuarem elevadas.

O PMI subiu para 49,8 em setembro, um pouco melhor do que o esperado e avançando de 49,5 em agosto. Mas permaneceu abaixo da marca de 50 pontos que separa expansão da contração.

Os mercados financeiros da China estarão fechados entre 1º e 7 de outubro para o feriado do Dia Nacional.