PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Lojas Americanas avançam após lucro crescer 54,5% no 3º trimestre

31/10/2019 10h26

Na abertura da sessão desta quinta-feira na bolsa paulista, as ações da Lojas Americanas (SA:LAME4) operam com alta moderada. Na noite de ontem, a companhia informou que teve forte alta do lucro no terceiro trimestre, apoiada pelo avanço do Ebitda, pelo melhor resultado financeiro e pela geração de caixa. O resultado líquido foi de R$ 48,2 milhões, alta de 54,5% sobre um ano antes

Por volta das 10h35, os ativos tinham ganhos de 0,53% a R$ 20,76

Mas o resultado veio abaixo da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 61 milhões.

Já o resultado da companhia medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi 8,7% maior, para 757 milhões de reais, acima da previsão dos analistas ouvidos pela Refinitiv, de 639 milhões de reais. A margem Ebitda ajustada subiu 0,2 ponto, a 17,9%.

O total de vendas da Lojas Americanas (SA:LAME4) medido pelo Gross Merchandise Volume (GMV) teve alta de 19,8% no comparativo anual, para 7,6 bilhões de reais. A receita líquida cresceu 7,7%, para 4,24 bilhões de reais.

De julho a setembro, a companhia teve abertura líquida de 64 lojas, para um total de 1.582.

Para o BTG Pactual (SA:BPAC11), os números da companhia foram resilientes, destacando o fluxo de notícias positivas envolvendo a companhia, como o Ame Digital firmando contrato com a Linx (SA:LINX3), permitindo que cerca 65 mil comerciantes que usam o sistema Linx Pay aceitem a Ame. Também foi revelada uma parceria com a VTEX, permitindo que a Ame se conectasse sites que usam esse sistema.

PUBLICIDADE