PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cteep e Neoenergia recuam após saírem à frente em leilão de transmissão de energia

19/12/2019 14h56

Depois de iniciarem à frente em leilão de concessões para projetos de transmissão de energia realizado pelo governo, ao lado de empresas de construção, as ações da Cteep e Neoenergia e da Neoenergia operam com queda. O certame tem registrado intensa concorrência e deságios superiores a 50% em relação à receita anual teto oferecida por cada empreendimento.

Desta forma, por volta das 14h30, os ativos da Isa Cteep perdiam 0,53% a R$ 22,37, enquanto que os da Neoenergia cedem 1,75% a R$ 23,64.

Por volta das 12h30, com 8 lotes de projetos licitados, de 12 no total, o certame tinha a Cteep como principal vencedora— a empresa controlada pela colombiana ISA havia arrematado três empreendimentos, todos com descontos superiores a 60%.

A Neoenergia, do grupo espanhol Iberdrola (MC:IBE), levou um projeto, com deságio também agressivo, de 64%, enquanto outras elétricas, como Equatorial (SA:EQTL3), Energisa (SA:ENGI4), Cemig (SA:CMIG4), Taesa (SA:TAEE11) e a chinesa State Grid e sua controlada CPFL (SA:CPFE3) chegaram a apresentar lances, mas passavam em branco até o momento.

As empresas Zopone Engenharia e Montago Construtora ficaram com um lote cada, assim como o consórcio VSF Transmissoras e o consórcio Nordeste.

Os 12 empreendimentos licitados nesta quinta-feira, que demandarão cerca de 4,2 bilhões de reais em investimentos, precisarão ser concluídos em prazos de 36 a 60 meses após a assinatura dos contratos.

Os projetos arrematados pela Cteep (1, 6 e 7) deverão demandar cerca de 1,33 bilhão de reais em aportes, segundo estimativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O projeto arrematado pela Neoenergia, lote 9, está orçado em cerca de 303,3 milhões de reais.