Bolsas

Câmbio

Novos dados sobre o tratamento Stretta para DRGE revelam eficácia de dez anos em pacientes com quadros difíceis

Mederi Therapeutics Inc.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

Novos dados e nova geração do Stretta apresentados na DDW2016   

NORWALK, Connecticut, 1 de junho de 2016 /PRNewswire/ -- A Mederi Therapeutics Inc., fabricante do Tratamento Stretta para doença de refluxo gastroesofágico (DRGE), anunciou a apresentação de dados novos na semana passada, durante a Digestive Disease Week® (DDW) 2016, em San Diego. Esses novos dados de dez anos mostram a eficácia do Stretta em três tipos específicos de pacientes com DRGE não clássica: aqueles com alto índice de massa corporal (IMC), com sintomas respiratórios de DRGE, e os que sofrem de DRGE recorrente depois de cirurgia anti-refluxo. As atividades da DDW incluíram o lançamento do novo sistema Stretta RFT3, e quatro apresentações por médicos especializados em Stretta em âmbito internacional. 

Dados de dez anos

Os dados, apresentados pelo dr. Mark Noar (do Centro para Estudos de Refluxo e Azia de Townson, MD), examinaram subgrupos de pacientes com DRGE com quadros difíceis que foram incluídos no seu estudo publicado com dados de dez anos, e demonstraram que todas essas populações de pacientes tiveram resultados primários de alívio de sintomas a longo prazo, redução do uso de medicamentos e satisfação do paciente. 

O Stretta é eficaz no tratamento de DRGE medicamente refratária, independentemente do IMC. Setenta e três pacientes compondo três subpopulações de IMC (normal, acima do peso e obeso) foram estudados. No estudo de acompanhamento de dez anos, todos os parâmetros apresentaram melhoria significativa em termos estatísticos, independentemente do IMC.    O Stretta é eficaz no refluxo laringofaríngeo (RLF). Noventa e nove pacientes com RLF refratário e não refratário foram estudados. No estudo de acompanhamento de dez anos, todos os parâmetros apresentaram melhoria significativa em todo o  coorte pesquisado.  Nos pacientes com DRGE refratária após uma Fundoplicatura de Nissen Laparoscópica (FNL), o Stretta resultou em melhoria sustentada com quase equivalência e resultados ligeiramente melhores que o coorte sem FNL. Dezoito pacientes com FNL refratária (RFNL+S) e 81 pacientes com DRGE refratária padrão foram estudados. No estudo de acompanhamento de dez anos, os dois subgrupos de pacientes demonstraram melhoria estatisticamente significativa nos resultados primários.  Cerca de 30% dos adultos sofrem de DRGE crônica. Muitos desses pacientes estão insatisfeitos com o uso de inibidores de bomba de prótons (IBP) ou estão preocupados com os riscos associados ao uso de IBP a longo prazo. Muitos desejam evitar cirurgias invasivas. O Stretta fornece uma alternativa não cirúrgica e intermediária para esse tipo de paciente. 

Apresentando o  Stretta RFT3 – a RE-Geração 

Na DDW, a Mederi apresentou novas melhorias estéticas, funcionais e materiais para facilitar ainda mais o uso e otimizar a entrega do tratamento Stretta clinicamente comprovado. Essas melhorias incluem um produto GI com esquema de cores familiar, marcas de medição adicionais no cateter do Stretta, guias de procedimento mais visuais e mudanças no software para aumentar a automação do tratamento.  

Apresentações de médicos especialistas 

Especialistas em Stretta de todo o mundo apresentaram atualizações sobre os dados relativos ao Stretta e compartilharam suas experiências. Entre os palestrantes estavam o dr. Alvaro Reymunde de Ponce, Porto Rico; dr. Hwoon-Yong Jung de Seul, Coreia do Sul; dr. Luca Dughera de Torino, Itália, e dr. José de Jesús Herrera, da Cidade do México, México. O dr. Dughera revisou também seu dados publicados de oito anos e apresentou o aguardado estudo de acompanhamento de dez anos. "A grande maioria dos meus pacientes continua sem sintoma após dez anos, o nível de QVRS com DRGE se manteve, e 71% dos pacientes continuavam sem precisar de medicamentos", disse Dughera. Ele também discutiu sua experiência com o sistema Stretta, da Mederi. "Eu fui dos primeiros a utilizá-lo e vi o Stretta evoluir e se tornar um sistema com extrema facilidade de interface com o usuário. Estamos agora analisando os dados de 200 pacientes que receberam o Stretta da Mederi desde 2011. Os resultados parecem superiores ao meus dados de longo prazo publicados", ele acrescentou.    

"A Mederi está comprometida a produzir tecnologia que melhore a qualidade do tratamento para DRGE", comentou Bob Knarr, diretor executivo da Mederi. "Continuamos aprimorando o Stretta, mas dados novos continuam validando esse procedimento de eficiência comprovada e demonstrando suas vantagens econômicas . Os aspectos científicos e econômicos do Stretta revelam benefícios constantes e duradouros, e estamos entusiasmados em levar o Stretta a mais pessoas que sofrem com a DRGE em todo o mundo."  

Sobre a Mederi Therapeutics Inc. e o Tratamento Stretta

A Mederi fabrica dispositivos inovadores que usam energia de radiofrequência não abrasiva para tratar doenças digestivas. Produto da Mederi, o Tratamento Stretta foi comprovado como tratamento seguro e eficaz para a DREG em mais de 40 estudos. Mais de 20.000 procedimentos com Stretta foram realizados em todo o mundo, e o tratamento está disponível em mais de 40 países. 

Contato para a mídia

Mike Elofer

mike@pascalecommunications.com

(484) 620-6167

FONTE Mederi Therapeutics Inc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos