Bolsas

Câmbio

Contra o aquecimento global: Legrand reafirma sua decisão de reduzir seu consumo de energia

Legrand

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

O grupo se une ao programa Science Based Targets e apoia a Global Alliance for Energy Productivity (Aliança Global para Produtividade Energética).

LIMOGES, França, 1 de dezembro de 2016 /PRNewswire/ -- A poucos dias da entrada em vigor do acordo de Paris e após a conferência COP 22, a Legrand anunciou que se unirá a duas importantes iniciativas internacionais para lutar contra o aquecimento global. O programa Science Based Targets estimula as empresas a se comprometerem com metas específicas para reduzir suas emissões de CO2. Já a Global Alliance for Energy Productivity, que luta contra as mudanças climáticas, é uma aliança internacional que busca aprimorar os níveis de intensidade energética. Participar dessas duas iniciativas reforça o histórico da Legrand de comprometimento com a limitação do impacto ambiental causado por suas empresas.

(Logo:  http://photos.prnewswire.com/prnh/20151015/277386LOGO  )

No centro da abordagem de RSC

Há muito tempo a Legrand tem o compromisso de preservar o meio-ambiente, que é uma das bases do compromisso de RSC do grupo. Essa abordagem responsável permitiu que a empresa reduzisse seu consumo de energia em mais de 7% em dois anos, entre 2013 e 2015. Além disso, desde 2011 a Legrand divulga sua pegada de carbono todos os anos. O grupo ainda deseja começar a incluir gradualmente o preço de uma tonelada de dióxido de carbono em seu processo de tomada de decisões operacionais, principalmente em relação às despesas de capital. E como 40% do consumo de energia mundial ocorre em edifícios[1], a Legrand desenvolveu soluções de eficiência energética que devem evitar 1,5 milhão de toneladas de emissão de CO2 de 2014 a 2018[2].

Avançando

Agora, ao se unir ao programa Science Based Targets, que tem o apoio da WWF, do Pacto Global das Nações Unidas, do World Resources Institute (Instituto de Recursos Mundiais) e do Carbon Disclosure Project, a Legrand decidiu dar mais um passo. Para que o aquecimento global se limite a, no máximo, 2 graus, o programa convoca empresas do mundo todo para que se comprometam publicamente com as metas de redução de emissão de gases de efeito estufa.

Assim, a Legrand passa de uma meta de redução de consumo de energia para uma meta expressa em termos de contenção das emissões de CO2. "Como próximo passo, trabalharemos de maneira ativa para alcançar essa meta, que representará um ponto importante em nosso próximo esquema de RSC", explicou Philippine Declercq, vice-presidente de RSC da Legrand.

Unir-se ao programa Science Based Targets significa que a Legrand se compromete publicamente ao lado de outras 200 empresas globais importantes. Ao mesmo tempo, seu apoio à Global Alliance for Energy Productivity e sua meta de promover uma intensidade energética mais baixa em todo o planeta são outra comprovação do compromisso da Legrand com a preservação do meio ambiente.

Sobre a Legrand 

http://www.legrand.com 

--------------------------------------------------

1. Fonte: Agência Internacional de Energia

2. A economia de energia decorrente do uso das soluções de eficiência energética da Legrand é calculada levando em conta o volume de vendas do grupo gerado por essas soluções, o nível de retorno sobre o investimento (ROI) e o custo da eletricidade, alinhados a pesquisas de mercado especializadas.

 

To view the original version on PR Newswire, visit: http://www.prnewswire.com/news-releases/contra-o-aquecimento-global-legrand-reafirma-sua-decisao-de-reduzir-seu-consumo-de-energia-300370680.html

FONTE Legrand

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos