Bolsas

Câmbio

Estudo decisivo: meta-análise de 28 estudos demonstra que a terapia Stretta para GERD aprimora de forma consistente e significativa os resultados

Mederi Therapeutics Inc.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

NORWALK, Connecticut, 27 de fevereiro de 2017 /PRNewswire/ -- A Mederi Therapeutics anunciou hoje a publicação da meta-análise de 28 estudos, representando 2468 pacientes para os quais a   terapia Stretta  foi receitada como tratamento da doença do refluxo gastresofágico (GERD). O estudo intitulado " Revisão Sistemática e Meta-análise da Eficácia dos Estudos de Coorte Controlados e Prospectivos sobre a Radiofrequência Endoscópica para o Tratamento da Doença do Refluxo Gastresofágico " foi publicado na revista Surgical Endoscopy. Entre os autores estão Dr. Ronnie Fass, diretor do Centro Esofágico e de Deglutição, diretor de Gastrenterologia e Hepatologia do Metro Health Medical Center e professor da Case Western University, e o especialista em estatística Frederick Cahn, PhD, presidente da Biomedical Strategies.

Infográfico - http://mma.prnewswire.com/media/472142/Mederi_Therapeutics__Stretta_META2017_Infographic.jpg

"Esta análise abrangente combinou nossa especialidade clínica com a experiência em estatística do Dr. Cahn para produzir a avaliação mais completa e objetiva dos dados disponíveis atualmente. Os resultados demonstram que a Stretta é uma terapia clinicamente eficaz e segura para o tratamento da GERD", disse Dr. Ronnie Fass, o principal autor.

Dr. Cahn, que conta com mais de 30 anos de experiência na área de saúde, referiu-se ao alto padrão do estudo. "A análise profunda dos estudos, seguindo a metodologia recomendada de Cochrane, demonstrou sua alta qualidade e o risco pequeno de tendencionalidade. Notamos também a consistência dos resultados positivos em toda a ampla gama dos estudos. Entre os pontos fortes dessa meta-análise podemos citar: o acompanhamento de até 10 anos (25 meses em média), o grande número de sujeitos (2468) e a inclusão de 28 estudos, que coloca esta meta-análise entre 1% das melhores avaliações sistemáticas e meta-análises."

RESULTADOS:

Melhoria significativa na qualidade de vida relacionada à saúde Redução significativa dos sintomas de azia Maioria dos pacientes sem necessidade de utilizar inibidores de bomba de próton (PPIs) Cura significativa da esofagite erosiva Redução significativa na exposição ao ácido esofágico Baixo índice de <1% de efeitos negativos Dr. Fass explicou: "Os resultados do estudo demonstram que a terapia Stretta reduz significativamente os sintomas da GERD impactando também parâmetros fisiológicos, tais como a redução à exposição ao ácido esofágico e a cura da esofagite erosiva". 

A doença do refluxo gastresofágico (GERD) é um distúrbio digestivo onde ocorre o refluxo do conteúdo do estômago para o esôfago causando sintomas como azia e regurgitação. O refluxo ocorre devido à fraqueza do músculo entre o estômago e o esôfago. Medicamentos, geralmente PPIs, constituem o tratamento mais comum para a GERD, mas cerca de 30 por cento dos pacientes não obtêm alívio adequado com o uso, e outros preocupam-se com os riscos a longo prazo.

A terapia Stretta aplica baixos níveis de energia de radiofrequência (RF) no músculo do esfíncter esofágico inferior (LES). O tratamento causa um espessamento do músculo do esfíncter, reduzindo a conformidade do tecido e o relaxamento transiente do LES, fortalecendo a barreira entre o estômago e o esôfago e melhorando os sintomas da GERD. A Stretta é um tratamento endoscópico e não cirúrgico que oferece uma alternativa significativamente mais segura e menos invasiva do que a cirurgia contra o refluxo e também a não necessidade do uso de medicamentos por toda a vida.

Os dados econômicos relacionados à saúde recentemente publicados demonstram que a utilização do tratamento da GERD com a terapia Stretta resulta em uma economia significativa em comparação ao uso de medicamentos a longo prazo e à cirurgia. "A combinação de nossa meta-análise com os dados econômicos proporciona um suporte ainda maior ao uso de Stretta como tratamento para os pacientes com GERD", adicionou Fass.

Bob Knarr, CEO da Mederi explicou o impacto do estudo: "Esta análise profunda dos dados confirma que Stretta é uma terapia segura e eficaz para o tratamento da GERD. Os novos estudos juntamente com os dados econômicos tornam a Stretta um benefício tanto para os pacientes como para os que arcam com os custos, aprimorando a qualidade do cuidado e reduzindo simultaneamente os custos".

SOBRE A MEDERI® E STRETTA®

A Mederi fabrica dispositivos médicos inovadores que utilizam energia de radiofrequência não ablativa para o tratamento de distúrbios digestivos. A terapia Stretta demonstrou ser segura e eficaz no tratamento da GERD em mais de 40 estudos com acompanhamento prolongado de 10 anos de duração. A Stretta está disponível globalmente.

A Mederi forneceu suporte para a análise estatística do estudo.

Para mais informações acesse  stretta-therapy.com , ou ligue para +1-855-855-3639.

Contato: Kara Stephens

+1.407.765.1185 

kara@pascalecommunications.com

FONTE Mederi Therapeutics Inc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos