Bolsas

Câmbio

Volume de negócios sino-brasileiros na Canton Fair deve aumentar após a Cúpula BRICS

Canton Fair

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

GUANGZHOU, China, 15 de setembro de 2017 /PRNewswire/ -- Uma importante plataforma de negócios para o comércio sino-brasileiro, a Canton Fair – a maior feira comercial da China, realizada duas vezes ao ano em Guangzhou – reportou um aumento de 41,9% ao ano no número de compradores brasileiros durante a 119a sessão, depois que a economia do país começou a se recuperar no final de 2015. O número deve aumentar depois da recentemente concluída Cúpula BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), na China.

Produtos de iluminação são um importante indicador do crescente comércio sino-brasileiro

Um relatório de pesquisa publicado pelo Centro de Comércio e Investimento China-Brasil sugere que produtos de iluminação, hardware para construção e ferramentas de construção estão atualmente entre os principais bens de importação para o Brasil, e que as empresas brasileiras vêm demonstrando uma crescente preferência por produtos chineses. A indústria de iluminação da China viu exportações de US$12,9 milhões (aproximadamente CNY 85,8 milhões) para o Brasil, no primeiro trimestre de 2017, um aumento de 27,41% em comparação ao mesmo período de 2016.

Camila Moura, diretora de marketing da Câmara de Comércio brasileira-americana, observou que a diversidade e a diferenciação de produtos, bem como as forças de complementaridade entre a China e o Brasil, demonstram como o "BRICS podem formar um novo círculo comercial".

Chen Liang, especialista sênior de RP da Canadian Solar, uma expositora regular na Canton Fair, sugere que a capacidade anual de produção da fábrica de peças da empresa em São Paulo, Brasil, aproxima-se dos 400 MW (megawatt) e pode dar suporte ao desenvolvimento de seus os negócios no mercado brasileiro. Atualmente, a Canadian Solar tem três estações de energia solar fotovoltaica no Brasil, com uma capacidade total de produção de 400MW, e assinou um contrato de longo prazo de compra de energia (PPA, em inglês) com organizações brasileiras.

Michelle Feng, gerente de desenvolvimento comercial da GMY Lighting & Technology Co., Ltd, participa da Canton Fair há dez anos para, com a demonstração de seus produtos, expandir as oportunidades de negócios da empresa no Brasil e nos mercados do sudeste da Ásia, América e Europa.

Canton fair vai promover comércio bilateral entre os dois países

A Câmara Brasil China (CCIBC) tem participado da Canton Fair desde 2012, apresentando empresas chinesas ao ambiente comercial e compartilhando sua experiência de marketing e desenvolvimento. Para encontrar oportunidades na China, expositores brasileiros trouxeram seu hardware arquitetônico, materiais construção e aparelhos domésticos eletrônicos, bem como alimentos e bebidas, para a Canton Fair.

Para mais informações sobre o exposto na Canton Fair, visite: http://cantonfair.org.cn/html/cantonfair/en/exhibitor/2012-09/24845.shtml

"A feira criou um círculo comercial e um efeito boca a boca para todos os comerciantes do mundo. Informações de referência, tais como produtos e preços populares, reunidas pelos compradores e outros expositores da Canton Fair, vão ajudar a estabelecer nosso próximo passo em estratégia de marketing", observou Feng.

Maggie Pu, vice-diretora geral do Escritório de Negócios Estrangeiros na Canton Fair, acredita que a Canton Fair tem sido uma importante plataforma e uma ponte conectando todos os países BRICS, ajudando a melhorar o comércio entre eles. O aprofundamento dos laços econômicos entre a China e o Brasil é uma perfeita ilustração disto.

"Nós vamos continuar a promover a importação e a exportação de produtos de qualidade para ambos os países e estabelecer um exemplo excelente do círculo do comércio sino-brasileiro".

Sobre a Canton Fair

A Feira de Importação e Exportação da China, também conhecida como a Canton Fair, é realizada duas vezes ao ano em Guangzhou – toda primavera e outono. Criada em 1957, a feira é agora uma abrangente exposição com a mais longa história, mais alto nível, maior escala e maior número de produtos, bem como a mais ampla distribuição de origem de compradores e o mais alto retorno comercial da China.

 

View original content: http://www.prnewswire.com/news-releases/volume-de-negocios-sino-brasileiros-na-canton-fair-deve-aumentar-apos-a-cupula-brics-300520615.html

FONTE Canton Fair

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos