Bolsas

Câmbio

Merck presta informações sobre Programa Horizon 2020 da UE para aperfeiçoar o processamento downstream de produtos biofarmacêuticos

Merck

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

DARMSTADT, Alemanha, 27 de setembro de 2017 /PRNewswire/ -- A Merck , empresa líder em ciência e tecnologia, divulgou hoje informações sobre sua participação no Horizon 2020 , o Programa de Estrutura de Pesquisa e Inovação da União Europeia (EU Framework Program for Research and Innovation), para melhorar o processamento downstream de produtos biofarmacêuticos.

"O setor biofarmacêutico está sofrendo pressões para reduzir os custos de fabricação e garantir maiores eficiências, sendo, ao mesmo tempo, responsável ambientalmente", disse o membro do Conselho Executivo da Merck e CEO da Life Science, Udit Batra. "É importante para empresas como a Merck e seus clientes ajudar a enfrentar as dificuldades de todo o setor e acelerar o processo de disponibilizar medicamentos aos pacientes que os necessitam. Através do programa Horizon 2020, os membros do consórcio já estão promovendo avanços importantes no processamento downstream".

Os resultados da colaboração irão incluir redução no tamanho e quantidade de operações das unidades de downstream, bem como a eliminação da necessidade de centrifugação. Métodos alternativos para a etapa de captura devem melhorar a eficiência e reduzir a necessidade de volume de resinas caras. A captura via precipitação também está sendo estudada como uma substituição da cromatografia da proteína A.

Um sistema de cromatografia contínua descartável está em desenvolvimento com novas ferramentas e novos sensores analíticos, que também são implementados em outras partes do processo de downstream. A tecnologia de uso único descartável para todas as operações de processamento downstream serão avaliados e métodos flow-through (através do fluxo) para etapas de polimento serão implementados, para remover impurezas de uma maneira contínua. Métodos selecionados serão integrados em um processo de uso único de downstream contínuo conectado.

"As estratégias de bioprocessamento de próxima geração irão melhorar a capacidade de nosso setor de suprir de maneira eficaz e custo-eficiente medicamentos de alta qualidade", disse o diretor global de Desenvolvimento Técnico de Biossimilares da Unidade de Desenvolvimento Técnico e Fabricação de Produtos Biológicos da Novartis, Uroš Urleb. "O consórcio está disponibilizando novos métodos para o fluxo de trabalho convencional de fabricação e esperamos que os resultados de nossos esforços irão ajudar a lidar com as variações em necessidades de capacidade, possibilitar o suprimento sustentável de medicamentos e oferecer benefícios importantes ao meio ambiente".

O nextBioPharmDSP faz parte da iniciativa Horizon 2020, o maior programa de sua espécie, baseada na UE, até o momento, com financiamento de quase € 80 bilhões a serem disponibilizados em um período de sete anos (2014 a 2020). O programa trata de garantir que a Europa produza ciência de classe mundial, removendo barreiras à inovação e à colaboração entre os setores público e privado. Ele promete mais avanços revolucionários, descobertas e liderança no mundo, por levar grandes ideias do laboratório para o mercado.

O projeto é coordenado pela Lek Pharmaceuticals, empresa da Sandoz na Eslovênia. Os membros do Consórcio incluem a Sandoz GmbH (Áustria), a Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida de Viena (Áustria), o Instituto de Tecnologia Karlsruhe (Alemanha), o Instituto Nacional de Química (Eslovênia) e a National Systems srl (Itália). A Merck participa do consórcio através de sua subsidiária francesa Millipore S.A.S. Para mais informações, por favor, visite o website do projeto em http://nextbiopharmdsp.eu/ .

Sobre a Merck 

A Merck é uma empresa de ciência e tecnologia líder nas áreas de saúde, ciência da vida e materiais de alto desempenho. Cerca de 50.000 empregados trabalham para desenvolver ainda mais tecnologias que melhoram e expandem a vida -- de terapias biofarmacêuticas para tratamento do câncer ou esclerose múltipla, sistemas avançados para pesquisa e produção científica, a cristais líquidos para smartphones e televisores LCD. Em 2015, a Merck gerou vendas de € 12,85 bilhões, em 66 países.

Fundada em 1668, a Merck é a empresa farmacêutica e química mais antiga do mundo. A família fundadora mantém uma participação majoritária no grupo corporativo de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca Merck. As únicas exceções estão nos Estados Unidos e Canadá, onde a empresa opera como EMD Serono, MilliporeSigma e EMD Performance Materials.

Todos os comunicados à imprensa da Merck são distribuídos por e-mail ao mesmo tempo em que são disponibilizados no website da Merck. Por favor, visite www.merckgroup.com/subscribe para se registrar online, mudar suas opções ou suspender esse serviço.

Agradecimento: 

O projeto recebeu financiamento do programa de pesquisa e inovação Horizon 2020 da União Europeia sob o acordo de subvenção No 635557.

Foto - http://mma.prnewswire.com/media/562445/Merck_Horizon_2020_Infographic.jpg

 

FONTE Merck

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos