PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Pizza em pedaços vende mais no almoço do que à noite; veja como lucrar

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/07/2013 06h00

As pizzarias que apostam na venda de pizzas em pedaços têm mais movimento durante o dia do que à noite, segundo empresários do setor. Paulo Stavale, 51, sócio da Smart Pizza, em Barueri (SP), diz que, das 5.000 fatias vendidas no mês, 3.000 saem na hora do almoço.

Outra rede que tem movimento maior nesse horário é O Pedaço da Pizza, em São Paulo (SP). Silvio Iacovone, 29, sócio da pizzaria, conta que as vendas feitas das 12h às 14h, equivalem à comercialização feita durante todo o período de funcionamento noturno, das 20h às 3h (da madrugada).   

Segundo a Associação Pizzarias Unidas de São Paulo, o setor conta com cerca de 10 mil estabelecimentos em atividade em todo o Estado. Metade (5.000) está na capital paulista. A cidade é responsável pelo consumo diário de, aproximadamente, 1 milhão de pizzas.

Com duas unidades em praças de alimentação, Stavale diz que cada uma fatura R$ 70 mil por mês somente com a comercialização das pizzas individuais (com 25 cm de diâmetro). "Elas são menores e atendem principalmente os trabalhadores das empresas no entorno”, diz. Os preços variam de R$ 16 a R$ 19.

Para lucrar no Dia da Pizza

  • 1

    Parcerias

    Tente parcerias com comércios da região para anunciar sua empresa próximo a produtos que tenham ligação com o negócio, como refrigerantes

  • 2

    Folhetos e cartazes

    Distribua folhetos no bairro e coloque um cartaz na porta da pizzaria informando seus clientes sobre a comemoração do Dia Internacional da Pizza

  • 3

    Novos sabores

    Ouça os clientes para saber quais sabores eles gostariam que fossem incluídos no cardápio

  • 4

    Cortesias

    Ofereça uma pizza menor ou um refrigerante como cortesia para o cliente. Aproveite para instigá-los a experimentar novos sabores

  • 5

    Reserva de capital

    Ao longo do ano, reserve parte do lucro para ser investido em ações de marketing em datas especiais, como o Dia dos Namorados e o Dia da Pizza

    Já O Pedaço da Pizza, de acordo com Iacovone, vende de 90 a 200 pedaços de pizza em cada horário (almoço e noite). O preço de uma fatia varia de R$ 5,50 a R$ 9,40, conforme o sabor. O faturamento não foi divulgado.

    Iacovone afirma que o que faz o negócio dar certo é a localização. “Estamos próximos a centros comerciais com grande fluxo de pessoas durante o dia. Em um bairro residencial, a dona de casa dificilmente vai pedir pizza para comer com os filhos no almoço”, diz.

    De acordo com o presidente da Associação Pizzarias Unidas, Carlos Cesar Zoppetti, hoje, menos de 5% das vendas de pizzas são realizadas durante o dia, o que demonstra o potencial de crescimento deste nicho de mercado.

    “No Brasil, as pessoas preferem uma refeição mais completa no almoço, com salada, legumes, carne e arroz. Já nos Estados Unidos, por exemplo, é comum as pessoas comerem pizza e fast food durante o dia”, declara.

    Zoppetti diz, ainda, que as pizzarias podem oferecer pedaços de pizza acompanhados de uma salada para ganharem espaço. “O crescimento das vendas no almoço deve ser lento. É um mercado que está só no começo por aqui”.

    Redes devem aproveitar o Dia da Pizza 

    No Dia Internacional da Pizza, comemorado hoje (10), a diferenciação de sabores, como as pizzas gourmets, e de tamanhos, como as pizzas por pedaço,  pode ser o segredo para lucrar mais em um mercado tão concorrido, segundo os especialistas ouvidos pelo UOL.

    Para o consultor de marketing do Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa) Haroldo Eiji Matsumoto, alguns estabelecimentos chegam a registrar alta de 15% neste dia.

    Além de usar panfletos e cartazes para lembrar o público sobre a data, Matsumoto afirma que o empresário pode fazer parcerias com comércios da região para divulgar a empresa.

    “Por que não fazer parceria com um supermercado e colocar o telefone da pizzaria no gargalo das garrafas de refrigerante? Assim, quem for beber vai ter o número da pizzaria bem à frente dos olhos”, diz.

    Outra dica é oferecer cortesias para os clientes. A Smart Pizza, por exemplo, dá de brinde uma sobremesa para os pedidos no delivery. Toda entrega acompanha uma pizza doce pequena ou um pão recheado com banana e canela.

    “A cortesia pode ser um refrigerante ou mesmo uma pizza menor. No entanto é preciso ter cuidado para não diminuir demais a margem de lucro, pois os custos com marketing no Dia da Pizza também devem ser considerados”, declara o consultor do Sebrae-SP.