PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Cotações

Entenda a disputa envolvendo a brasileira Oi e a Portugal Telecom

Do UOL, em São Paulo

08/07/2014 13h55

A brasileira Oi e a Portugal Telecom estão em processo de fusão. Ao final, formarão o grupo multinacional CorpCo.

No fim de junho, foi divulgada a notícia de que a Portugal Telecom teria comprado 897 milhões de euros (cerca de R$ 2,7 bilhões) em títulos de dívida da Rio Forte. A empresa pertence ao grupo português Espírito Santo, um dos principais acionistas da Portugal Telecom. O grupo está sendo investigado por irregularidades e passa por dificuldades financeiras.

A Portugal Telecom alega se tratar de um investimento, e não um empréstimo, e por isso não precisaria ter sido avisado ao Conselho. A Oi questiona essa versão e defende que a Portugal Telecom emprestou o dinheiro a sua empresa acionista. A brasileira afirma, ainda, que deveria ter sido informada e consultada sobre a operação.

A maior parte dessa dívida vence no dia 15 de julho (847 milhões de euros) e o restante, no dia 17.A preocupação é que a Rio Forte não consiga honrar seu compromisso, e a Portugal Telecom leve um calote total ou parcial. Isso causaria prejuízos também à Oi, já que as duas estão unindo seus negócios. A brasileira afirmou que vai tomar medidas para defender seus interesses.  

A disputa entre as duas companhias têm feito suas ações caírem na Bolsa. As ações preferenciais da Oi (OIBR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, perderam 17% em sete pregões: passaram de R$ 2,12 em 26 de junho para R$ 1,76 em 7 de julho. Os papéis da Portugal Telecom caíram quase 23% no mesmo período, de 2,89 euros para 2,23 euros.

PUBLICIDADE

Cotações