Bolsas

Câmbio

Impostômetro: brasileiro já pagou R$ 100 bilhões em impostos só em 2016

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

O valor dos impostos pagos pelos brasileiros desde o primeiro dia deste ano atingiu a marca de R$ 100 bilhões no fim da tarde desta quinta-feira (14), segundo o Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

O valor representa o total de tributos destinados ao governo federal, aos Estados e aos municípios. O montante foi atingido 1 dia mais cedo que em 2014.

A soma seria suficiente para construir mais de 3 milhões de casas populares, contratar quase 8 milhões de professores do ensino fundamental por ano, e fornecer cesta básica para toda a população brasileira por dois meses, segundo cálculos da ACSP.

"O que se espera é que o governo consiga equilibrar suas contas, ao contrário do que ocorreu nos últimos dois anos, e com isso não precise reintroduzir uma CPMF, que é um imposto ruim", afirma Alencar Burti, presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo).

No ano passado todo, o Impostômetro atingiu a marca de R$ 2 trilhões.

Impostômetro

O painel do Impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005 e está instalado no prédio da sede da ACSP, no centro de São Paulo.

Também pela internet, qualquer cidadão pode acompanhar o total de impostos pagos pelos brasileiros aos governos federal, estadual e municipal, de acordo com os Estados e municípios.

O sistema informa ainda o total de impostos pagos desde janeiro do ano 2000 e faz estimativas de quanto será pago até dezembro deste ano.

Nova metodologia

A metodologia do Impostômetro foi alterada em maio do ano passado, A alteração foi na forma de medição da carga tributária na ferramenta, em função da mudança na metodologia do cálculo do PIB (Produto Interno Bruto) implementada em março de 2015 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Com isso, os valores exibidos pelo painel passaram a considerar novos dados de arrecadação de Imposto de Renda e de contribuições federais.

Também foram incluídas arrecadações de municípios que, antes, não estavam sendo informadas à Secretaria do Tesouro Nacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos