PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Gastos de brasileiros no exterior caem 43,6% em um ano, aponta BC

Shutterstock
Imagem: Shutterstock

Do UOL, em São Paulo

23/03/2016 10h38Atualizada em 23/03/2016 12h38

Os brasileiros gastaram US$ 841 milhões em viagens internacionais em fevereiro, uma queda de 43,56% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando os gastos haviam sido de US$ 1,49 bilhão. Em relação a janeiro (US$ 840 milhões), o resultado ficou praticamente estável.

Os números são do Banco Central (BC) e foram divulgados nesta quarta-feira (23).

Um dos motivos para essa queda é a alta do dólar, que encarece as passagens, diárias de hotéis e outras despesas em viagens ao exterior.

O dólar comercial terminou fevereiro cotado a R$ 4,004 na venda. Em fevereiro do ano passado, terminou valendo R$ 2,856. Isso significa uma alta de 40% no valor da moeda.

Em 2015, os brasileiros gastaram US$ 17,36 bilhões em viagens ao exterior, o valor mais baixo desde 2010, quando os gastos haviam sido de US$ 15,97 bilhões.

Gastos de estrangeiros no Brasil sobem

Os gastos dos estrangeiros no Brasil, por outro lado, subiram 15% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, passando de US$ 521 milhões para US$ 599 milhões. 

Com isso, a conta de viagens (receitas menos despesas) do Brasil fechou negativa em US$ 242 milhões em fevereiro, na comparação com um saldo negativo de US$ 969 milhões em fevereiro de 2015.

Nova metodologia do BC

Em abril do ano passado, o BC adotou nova metodologia internacional para medir as contas externas.

Dentro da conta de serviços, onde estão os gastos com viagens, o BC passou a apresentar novas linhas, como serviços de propriedade intelectual (antigos royalties), e telecomunicações, computação e informações, que capta despesas com software, por exemplo.

A nova nota também traz outros serviços --pesquisa, desenvolvimento, publicidade, engenharia, arquitetura, limpeza e despoluição--, e serviços culturais, pessoais e recreativos.

Embraer apresenta novo jato E190-E2

UOL Notícias