Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quarta, 18 de maio

Debora Komukai

Do UOL, em São Paulo

Sobe e desce dos mercados

A Bovespa fechou em queda de 0,55%, com 50.561,7 pontos. É o menor nível de fechamento desde 11 de abril. A baixa de hoje foi puxada pelo desempenho negativo das ações da Petrobras e da mineradora Vale.

O dólar, depois de duas quedas seguidas, registrou alta de 2,05%, cotado em R$ 3,563.

Leia mais

 

"Bomba" para Temer

A Bolsa de Valores de Nova York decidiu suspender as negociações de ações da Eletrobras. A punição aconteceu porque a estatal não entregou os balanços às autoridades americanas dentro do prazo. A Eletrobras vai recorrer.

Para o governo Temer, a punição é considerada "uma bomba" a ser desarmada, porque há o risco de credores da Eletrobras cobrarem até R$ 40 bilhões em dívidas antecipadamente. Esses recursos sairiam dos cofres públicos e ampliariam o rombo fiscal do país.

Leia mais

 

Aposentadoria em debate

Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI)  mostrou que 65% dos brasileiros concordam com a criação de uma idade mínima para a aposentadoria. A entidade defende a reforma da Previdência.

Os dados também mostram que 72%  dos entrevistados apoiam a ideia de que as regras de aposentadoria sejam iguais para todos os trabalhadores. Atualmente, o Brasil tem várias modalidades de aposentadoria, cada uma com um cálculo diferente.
 

Leias mais

 

"Má solução"

Uma reforma da Previdência só para quem entra no mercado é "má solução". A declaração foi feita pelo ministro Henrique Meirelles, da Fazenda. Ele diz que o governo vai fazer cortes radicais no Orçamento e que a meta é reverter a dívida pública em um prazo de dois a quatro anos.

Em entrevista, Meirelles ainda defendeu a fixação de uma idade mínima para a aposentadoria no país, mas evitou antecipar qualquer medida para não criar falsas expectativas.

Leias mais

 

No vermelho e mais um pouco

O rombo nas contas públicas neste ano pode superar os R$ 150 bilhões. Pelo menos é o que prevê a equipe econômica do presidente interino Michel Temer. O valor está muito acima dos R$ 96 bilhões que eram estimados pelo governo Dilma Rousseff.

Em reunião com senadores, Temer pediu rapidez na aprovação de medidas econômicas e fez críticas às decisões de última hora de Dilma. Segundo ele, essas ações pioraram o quadro.

Leia mais

 

Alívio para o bolso

A ONS prevê uma economia de cerca de R$ 200 milhões por mês neste ano. É o que diz o diretor-geral da entidade, Luiz Eduardo Barata.

Segundo ele, a melhora no nível dos reservatórios das hidrelétricas e a redução no consumo permitiram o desligamento de usinas termelétricas. Com isso, a geração de energia fica mais barata, com impactos positivos para o consumidor.
 

Leia mais

 

Agenda

Amanhã o IBGE vai divulgar os dados de desemprego no 1º trimestre, referentes à pesquisa Pnad Contínua.  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos