Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quarta, 25 de maio

Saulo Novaes

Do UOL, em São Paulo

Mercado agitado

O Ibovespa fechou hoje em alta de 0,28%, com 49.482,86 pontos. Na véspera, a Bovespa havia fechado praticamente estável, com leve alta de 0,03%.

O resultado foi puxado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Vale, que subiram 4,28%, do Banco do Brasil, com alta de 2,94%, e da Petrobras, também com alta de 1,64%. A Bolsa não vai operar amanhã em razão do feriado de Corpus Christi; as negociações voltam na sexta-feira.

Já o dólar comercial teve alta de 0,61%, cotado em R$ 3,597 na venda. No mês, a moeda acumula alta de 4,57%, mas no ano tem desvalorização de 8,88%.

Leia mais
 


Caixa tem novo presidente

O presidente interino, Michel Temer, confirmou hoje que Gilberto Occhi vai presidir a Caixa Econômica Federal.

Indicado pelo Partido Progressista, ele já foi ministro da Integração Nacional durante o governo Dilma, mas pediu demissão quando o PP decidiu romper com a petista e aderir ao grupo que defende o impeachment da presidente afastada.

Leia mais
 


Tá alto

A taxa de juros do cheque especial subiu em abril e atingiu 308,7% ao ano, segundo o Banco Central.

Os juros do rotativo do cartão de crédito caíram no mês passado e ficaram em 448,6% ao ano.

Leia mais
 


Caiu menos

O Brasil perdeu 62,8 mil vagas com carteira assinada em abril, menos do que havia perdido em março, segundo o Ministério do Trabalho. O número também é menor em relação ao registrado em abril de 2015, quando o país havia fechado 97,9 mil vagas.

Este é o 13º mês seguido em que o país perdeu vagas de trabalho; a última vez em que as vagas abertas superaram as fechadas foi em março do ano passado, com 19,3 mil.

Leia mais
 


Mais demissões

A petroleira Shell informou hoje que vai cortar mais 2.200 postos de trabalho, elevando a meta de demissões para 12,5 mil até o fim do ano. A medida faz parte dos ajustes da empresa para enfrentar os baixos preços do petróleo.

A Shell demitiu 7.500 funcionários e terceirizados no ano passado e já havia informado que 2.800 postos vão ser fechados com a integração com a BG Group.

Leia mais
 


Toyota e Uber se unem

A Toyota vai investir no serviço de compartilhamento de veículos do Uber.
O negócio pode ajudar a Toyota a manter o controle sobre os mercados de compartilhamento de veículos no mundo todo e tem potencial de ajudar a reforçar a posição na China, onde está atrás de Volkswagen e General Motors.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos