Brasileiro é reeleito e ficará mais quatro anos no comando da OMC

Do UOL, em São Paulo

  • Xu Jinquan/Xinhua

    O brasileiro Roberto Azevêdo foi reeleito para mandato de 4 anos no comando da OMC

    O brasileiro Roberto Azevêdo foi reeleito para mandato de 4 anos no comando da OMC

O conselho-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio) aprovou nesta terça-feira (28) a reeleição de Roberto Azevêdo como diretor-geral da entidade. O segundo mandato do brasileiro no comando da OMC terá duração de quatro anos e começa em 1º de setembro.

Azevêdo foi o único candidato ao cargo na eleição da OMC. Em nota, o Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) disse que "o fato expressa o amplo reconhecimento dos membros da OMC à contribuição do diretor-geral para os resultados alcançados pela organização durante seu primeiro mandato (2013-2017)".

O Itamaraty lembrou que, sob o comando do brasileiro, concluiu-se a negociação do Acordo de Facilitação de Comércio (AFC), na Conferência Ministerial de Bali, em 2013. Esse foi o primeiro acordo multilateral celebrado pela OMC desde sua criação em 1º de janeiro de 1995, e entrou em vigor no último dia 22 de fevereiro.

Também no primeiro mandato do brasileiro, chegou-se a entendimento histórico sobre o fim dos subsídios à exportação de produtos agrícolas na Conferência Ministerial de Nairobi, em dezembro de 2015.

Em entrevista coletiva após a reeleição, Azevêdo afirmou que é uma grande honra continuar no comando da organização e prometeu continuar servindo a todos os membros da OMC da melhor forma possível.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos