Bolsas

Câmbio

Grandes acionistas da JBS, Caixa e BNDES perderam R$ 3,45 bi só neste ano

Do UOL, em São Paulo

  • Ayrton Vignola/Estadão Conteúdo

    Joesley Batista, um dos donos da JBS, gravou conversas com o presidente Michel Temer

    Joesley Batista, um dos donos da JBS, gravou conversas com o presidente Michel Temer

A Caixa Econômica Federal e o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), dois grandes acionistas da JBS, empresa no centro das denúncias contra o presidente Michel Temer, perderam cerca de R$ 3,45 bilhões com a desvalorização das ações do frigorífico somente neste 2017. Juntas, a Caixa e o BNDES detêm uma participação de 26,2% (21,3% do BNDES e 4,9% da Caixa) na JBS. 

Os dados foram levantados pela consultoria Economatica e divulgados nesta quarta-feira (24). Os documentos utilizados no levantamento são os formulários de referência da JBS, que é obrigada a informar os acionistas com participação acima de 5% na empresa, segundo a consultoria.

Em 31 de dezembro de 2016, o valor da participação da Caixa e do BNDES correspondia a R$ 8,14 bilhões. Após o fechamento do mercado na última terça-feira (23), o valor havia caído para R$ 4,69 bilhões.

Quem perdeu mais foi o BNDES. O valor correspondente à fatia do banco na JBS caiu de R$ 6,61 bilhões no fim de 2016 para R$ 3,81 bilhões na última terça --uma queda de R$ 2,8 bilhões.

Já a Caixa registrou perda de R$ 647,4 milhões com as ações do frigorífico. O valor de sua participação caiu de R$ 1,53 bilhão para R$ 880 milhões no período analisado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos