Bolsas

Câmbio

Carrefour troca cartazes de preços após reclamações de consumidores na web

Marcelo De Vico e Bruno Marise

Colaboração para o UOL

  • Marcelo De Vico/UOL

O supermercado Carrefour de São Vicente, litoral de São Paulo, resolveu agir após a polêmica que repercutiu nas redes sociais e levou o Procon a notificar a unidade. A reportagem do UOL foi ao local e identificou que os cartazes com os preços dos produtos foram alterados.

No último sábado (27), as fotos de uma cliente com alguns anúncios que destacavam o valor por litro do produto ao invés da embalagem, repercutiu nas redes sociais. Segundo o Procon, essa postura do mercado configura infração. Em uma das imagens, era possível ver a oferta de "amaciante 5 litros" e em destaque o valor de "R$ 3,98", o preço por litro do produto. O valor total da embalagem, de R$ 19,90 aparecia em letras pequenas.

Marcelo De Vico/UOL

Alguns consumidores da unidade já foram prejudicados por esse tipo de anúncio. É o caso do garçom Emerson Ferreira Neto, de 53 anos. "Eu vi a matéria, isso é um absurdo. Eu sempre fico de olho, sou ligeiro com isso, mas já caí uma vez, acabou passando, e com um desse igual da foto, um amaciante. Espero que não voltem a enganar a gente, né?", declarou ao UOL.

Segundo a lei, os supermercados têm a obrigação de mostrar o preço por unidade de medida (litros, quilos, etc), mas, muitas vezes, o mau uso dessa regra pode acabar lesando o consumidor em vez de ajudá-lo. Há, porém, a lei de precificação, que obriga os estabelecimentos a anunciarem com informações claras e precisas, para que o cliente entenda com facilidade.

Quando visitou o local para vistoria, o Procon não encontrou os cartazes que levantaram a polêmica nas redes sociais. O Carrefour, no entanto, confirmou a veracidade das fotos e declarou ser um caso pontual, por isso, decidiu pela alteração dos anúncios, destacando o valor da embalagem.

A aposentada Lisandra Ferreira, de 63 anos, esteve no mercado nesta quarta-feira (31) e se mostrou aliviada com a mudança. "Já aconteceu comigo. Ainda bem que corrigiram, porque é injusto isso. Dá mais tranquilidade para gente fazer compra", disse.

Mesmo com a correção, o Carrefour ainda corre o risco de ser penalizado. Após a notificação do Procon da própria cidade, a rede de supermercados tem um prazo para prestar esclarecimentos e com base nisso, será feito um processo que pode levar o estabelecimento a ser multado, em um valor que varia de R$ 614 a R$ 9 milhões.

Reprodução/Twitter @jusantana
Anúncio antigo gerou indignação nas redes sociais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos