Senadoras bombam nas redes após ocupar Senado e travar reforma trabalhista

Do UOL, em São Paulo

  • André Dusek/Estadão Conteúdo

Cinco mulheres foram o centro das atenções, na tarde desta terça-feira (11), após ocuparem a Mesa Diretora do Senado e impedirem a votação da reforma trabalhista. O protesto foi liderado pelas senadoras Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Graziotin (PCdoB-AM), Regina Sousa (PT-PI) e Lídice da Mata (PSB-BA). 

A sessão para votação da reforma começou por volta de 11h, mas foi suspensa pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), após as senadoras se recusarem a deixar a Mesa do plenário. O senador também mandou desligar os microfones e o ar-condicionado e apagar as luzes.

Mesmo no escuro, as senadoras de oposição continuaram no local. Pouco depois das 13h, receberam marmitas de suas assessorias e almoçaram por ali mesmo. Com seus smartphones, transmitiam a "ocupação" ao vivo pelas redes sociais, narrando o que estava acontecendo (a transmissão pela TV Senado foi suspensa). 

O movimento liderado pelas senadoras gerou repercussão nas redes sociais.

"Agora chegou a vez, vou cantar, mulher brasileira em primeiro lugar! Guerreiras!!!!", escreveu um internauta.

"Mulheres contra a reforma", postou uma internauta.

"Lute como uma mulher", escreveu uma usuária no Twitter.

Outro usuário postou: "Guerreiras da resistência".

Críticas à estratégia da oposição

O protesto encabeçado pelas senadoras da oposição também foi alvo de críticas. Uma delas foi feita pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, que ficou conhecido como delator do Mensalão.

"É de fato encantador como o PT tem a cada dia refinado mais e mais sua argumentação contra a reforma trabalhista", escreveu um internauta, que postou a foto das senadoras almoçando na Mesa Diretora do Senado.

Um usuário do Twitter chamou a ocupação das senadoras de "teatro".

A iluminação voltou somente por volta das 16h15, mas a Mesa só foi desocupada por volta de 18h30. 

O senador José Medeiros (PSD-MT) ingressou no Conselho de Ética contra as senadoras por quebra de decoro parlamentar. 

Eunício apaga luzes do Senado e adia sessão

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos