Bolsas

Câmbio

Lojas sugerem mudar mês da Black Friday para não atrapalhar vendas do Natal

Do UOL, em São Paulo

  • Leonardo Benassatto/Futura Press/Estadão Conteúdo

Desde que a Black Friday foi "importada" dos Estados Unidos, cada vez mais brasileiros têm aproveitado os descontos da megaliquidação, que tradicionalmente acontece em novembro, para antecipar as compras de Natal e economizar. Quem não tem gostado muito disso, porém, são os lojistas.

Segundo o jornal "Valor Econômico", as grandes redes de varejo estariam pensando em mudar o mês do evento no ano que vem. Em vez de novembro, seria no fim de agosto ou começo de outubro, "período sem datas comemorativas relevantes e mais distante do Natal". Segundo o jornal, haveria a possibilidade também de mudar a data já neste ano. 

Após a notícia, uma entidade que reúne empresários das lojas, o IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo), negou a intenção e disse que prefere manter a promoção em novembro. "O IDV apoia a manutenção da Black Friday para novembro por ser uma data internacional, com forte adesão do mercado brasileiro. O consumidor já conhece e espera por esta data", informou em nota divulgada nesta quinta-feira (31).

"Com a manutenção da Black Friday em novembro teremos mais uma data para o consumidor se acostumar, mas é claro que cada empresa tem seu planejamento e liberdade para decidir qual o melhor período para realizar outras ações promocionais", afirmou o instituto.

Black Friday já mudou de data nos EUA 

Nos EUA, local de origem, o evento acontece após o feriado de Ação de Graças, que é sempre na quarta quinta-feira de novembro. Mas nem sempre foi assim.

De meados do século 19 ao começo do século 20, o dia de Ação de Graças caía na última quinta-feira de novembro --poderia, assim, cair na quarta ou na quinta quinta-feira do mês. Em 1939, porém, a última quinta-feira foi no último dia de novembro.

Preocupados com o curto período de compras para as festas de fim de ano, lojistas pediram ao presidente dos EUA para antecipar o início das festas, o que foi autorizado.

No final de 1941, uma resolução conjunta do Congresso norte-americano encontrou uma solução: fixou o Dia de Ação de Graças na quarta quinta-feira de novembro, garantindo uma semana extra de compras até o Natal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos