ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Procon aponta problemas em 23 de 28 churrascarias fiscalizadas em São Paulo

Do UOL, em São Paulo

25/04/2018 18h20

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania de São Paulo, encontrou irregularidades em 23 de 28 churrascarias e restaurantes especializados em carnes na capital paulista, fiscalizados entre 20 e 24 de abril.

A lista dos estabelecimentos onde foram encontrados problemas pode ser consultada no site do Procon-SP. Já as cinco churrascarias onde não foram encontradas irregularidades são:

  • Bovinu’s (Alameda Santos)
  • Churrascaria Boi Brasil (Vila Prudente)
  • Fogo de Chão (Santo Amaro)
  • Novilho de Prata (Paraíso)
  • Corrientes 348 (Jardim Europa)

Na Fleming's Prime Steak House (Cidade Jardim), por exemplo, O Procon-SP diz ter encontrado alimentos com prazo de validade vencido, como filé mignon, salmão e creme de espinafre.

Em nota, a empresa afirma que, no dia da fiscalização, "todos os produtos vencidos --sem exceção-- já estavam devidamente separados para o descarte, que é realizado religiosamente no período da tarde". Além disso, diz que "possui um departamento de nutrição que diariamente afere todos os alimentos da cozinha".

Em outro estabelecimento, o Dinho's (Alameda Santos), a fiscalização diz ter encontrado arroz e mostarda fora da validade, além de uma mandioca em porção fracionada, sem a data do fracionamento ou de validade.

A empresa informou, em nota, que a mostarda encontrada não é a usada no restaurante e seria descartada, assim como o arroz integral, que não faz parte do buffet da casa, e estava reservado para ser descartado adequadamente.

Sobre o pacote de mandioca encontrado, a empresa diz que o produto foi aberto e manipulado no último sábado (21) e estava na câmara de congelados em condições adequadas. Por falha técnica, foi armazenado sem os dados de origem, mas estava dentro do prazo de validade, que é de 10 dias.

Alimentos vencidos e fora da embalagem

De acordo com o Procon, as principais irregularidades apontadas pela operação, batizada de "Sal Grosso", foram:

  • manter na cozinha produtos em porções menores sem informações sobre as datas de validade ou de quando foi retirado da embalagem
  • alimentos com data de validade vencida, como carnes, molhos e caldos
  • ausência do cardápio na parte externa do estabelecimento

Segundo o Procon-SP, serão abertos processos administrativos contra os estabelecimentos autuados e as empresas estão sujeitas a multas.

Guia do Churrasco: aprenda a fazer uma fraldinha suculenta

UOL Comidas e Bebidas

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia