ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Saquei o PIS/Pasep extra antes da correção anual; perdi dinheiro?

Do UOL, em São Paulo

10/07/2018 04h00Atualizada em 10/07/2018 10h41

O governo liberou no mês passado o saque do fundo do PIS/Pasep para todos que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988. O saque ficou disponível até 29 de junho. Após esse dia, foi interrompido para cálculo de atualização do valor e voltará em agosto. 

A correção ficou em 8,9741% neste ano. Quem teve pressa e precisou sacar antes perdeu esse acréscimo, e não há como recuperá-lo.

Leia também:

Rendimento é de 8,97%

Quem tem dinheiro no fundo do PIS/Pasep recebe, anualmente, uma correção dos valores. Neste ano, o rendimento ficou em 8,9741%. A correção ficou dentro do previsto pelo governo, que estimava rendimento de até 10%. Essa correção rende R$ 89,74 a mais na conta de quem tem R$ 1.000.

Para o cálculo, é considerado o saldo do fundo em 30 de junho. Se o trabalhador sacou o fundo antes, o saldo nesta data era zero, e não haverá rendimento.

Já quem deixou o dinheiro no fundo e esperou para sacar em agosto receberá os valores corrigidos. 

No ano passado, o rendimento foi de 8,87%. Com isso, quem tinha R$ 1.000 no fundo ganhou mais R$ 88,70.

Saque voltará a ser restrito em setembro

A liberação do fundo do PIS/Pasep só vai até 28 de setembro. Depois, o saque volta a ser restrito a quem atende pelo menos um dos seguintes critérios:

  • 60 anos de idade ou mais
  • estar aposentado
  • invalidez
  • câncer
  • portador do vírus HIV
  • doenças graves listadas em portaria interministerial do governo
  • idoso e/ou pessoa com deficiência que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC)
  • transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar)
  • em caso de morte do trabalhador, a família pode sacar

Como cobrar dívida de um amigo

UOL Notícias

Mais Economia