PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Agronegócio

Batata e cebola ficam mais caras nas Ceasas, diz Conab

Do UOL, em São Paulo*

19/12/2018 12h15

As hortaliças vendidas no país ficaram mais caras nos mercados em novembro, segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

A pesquisa é feita mensalmente pelo Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort) da Conab, a partir de informações fornecidas espontaneamente pelos grandes mercados atacadistas do país.

De acordo com o boletim, a batata e a cebola tiveram alta nas cotações em todos os mercados pesquisados, "sem exceção, e de certa forma intensa". 

O preço da batata subiu 57,7% em Recife (PE) e 9,7% em Fortaleza (CE). A cebola ficou 86,54% mais cara em Recife. Em Goiânia (GO), o aumento foi de 78%. 

"O tomate, que já vinha se destacando nas altas do mês passado, também registrou elevação na maioria das Ceasas analisadas, com exceção da Ceagesp, em São Paulo, e na Ceasa/CE, em Fortaleza, que tiveram pequenas quedas percentuais de 1,38 e 4,74 %, respectivamente", informou a Conab. 

Frutas

Entre as frutas, houve redução de preços da banana e do mamão. A menor cotação para a primeira foi em Goiânia (16,8%), seguida de Fortaleza (10%), enquanto o mamão ficou 25,2% mais em conta em Goiânia.

*Com informações da Conab

Agronegócio