IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Reforma da Previdência


Militares dizem que apoiam proposta de reforma porque ela é 'sustentável'

Luis Kawaguti

Do UOL, no Rio

2019-03-20T19:44:12

20/03/2019 19h44

Militares ligados à cúpula do Exército afirmaram ao UOL que apoiam a proposta de reforma de Previdência apresentada hoje pelo governo porque ela é "sustentável", ou seja, as contribuições dos militares, por si só, seriam suficientes para cobrir os gastos de R$ 86 bilhões com a reestruturação das carreiras e gerar, a longo prazo, um superávit em seu sistema de seguridade social.

O governo afirmou que em 10 anos, o superávit prevendo a reestruturação de carreiras será de R$ 10,45 bilhões.

"O que está sendo pouco falado é a sustentabilidade da proposta. As contribuições dos militares vão compensar com sobra aquilo que está sendo despendido em torno dessa reestruturação de carreiras. Estamos resolvendo um problema permanentemente, isso é fundamental", disse um dos militares sem se identificar.

Ele disse que, antes da apresentação oficial da proposta, houve reclamações de militares de patentes mais baixas, especialmente por meio das redes sociais.

"Tem muita gente precipitada que dá palpite em tudo, até porque estamos na sociedade do imediatismo, nas mídias sociais o cara coloca um protesto e a coisa acaba viralizando", disse. Segundo o militar, foram realizadas iniciativas de esclarecimento pedindo calma nas Forças Armadas, e a situação teria sido apaziguada.

Outros militares ouvidos pela reportagem também afirmaram que as mudanças que aumentarão o tempo de contribuição vêm sendo encaradas com resignação e são vistas como inevitáveis. "A mudança é inevitável, vai começar a sangrar em 2020. O tempo de serviço já vem tarde, 30 anos era muito pouco", disse outro militar do alto escalão.

Bolsonaro entrega proposta de reforma previdenciária dos militares

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência