PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mourão defende paciência para "negociar o que tiver que ser negociado"

26.mar.2019 - O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, faz discurso para empresários na Fiesp - Reprodução/Facebook/Fiesp
26.mar.2019 - O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, faz discurso para empresários na Fiesp Imagem: Reprodução/Facebook/Fiesp

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

26/03/2019 17h55

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse hoje em São Paulo que é preciso ter paciência para "negociar o que tiver que ser negociado" para avançar com reformas, entre elas a da Previdência.

Ao falar da reforma da Previdência, Mourão citou a necessidade de haver clareza também com "os parlamentares e o povo".

"Temos que conduzir as reformas que interessam ao país. Temos que ter clareza e difundir as nossas propostas", afirmou.

As declarações do vice vêm em um momento de turbulência entre o governo e o Congresso justamente sobre a reforma da Previdência. Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), trocaram críticas em público sobre a articulação --ou a falta dela-- para a aprovação da reforma.

Mourão fez um pronunciamento antes de se reunir com lideranças do setor produtivo na sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), na capital paulista. À noite, o vice de Bolsonaro participa de jantar na casa de Skaf com empresários.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias