PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Guedes nega ser articulador do governo: "vocês viram meu desempenho na CCJ"

Guedes durante audiência na CCJ -
Guedes durante audiência na CCJ

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

08/04/2019 18h08

Comentando sua participação em uma comissão da Câmara, na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje que não tem "temperamento" nem pretensão de ser "o coordenador político" do governo.

Vocês viram o meu desempenho lá [na CCJ]. Eu não tenho temperamento para isso
Paulo Guedes, ministro da Economia

Na semana passada, o ministro foi a Comissão de Comissão e Justiça (CCJ) da Câmara para defender a reforma da Previdência. O clima na sessão esquentou quando o deputado petista Zeca Dirceu disse que Guedes é "tigrão" com os aposentados, agricultores e professores, e "tchutchuca" com "a turma mais privilegiada do país". O ministro revidou dizendo para o deputado que "tchutchuca é a sua mãe e a sua avó".

Guedes afirmou hoje que não se considera um bom político, mas que é um defensor "honesto" de algumas propostas econômicas e de uma agenda de reformas.

"Não acredito que eu vá ser o interlocutor. Na pauta econômica, tenho uma aproximação com os presidentes da Câmara e do Senado, com prefeitos, governadores e bancadas estaduais", declarou. Segundo ele, as relações entre o Executivo e Legislativo mudaram porque as negociações por apoio a propostas não serão mais com os deputados, individualmente, mas sim pautadas por temas.

"Em vez de ser no varejo, [as negociações] serão no atacado. [Por exemplo,] quem vota a favor da segurança? Ficou mais parecido com o que acontece lá fora", disse.

Após 'tigrão' e 'tchutchuca', sessão na CCJ é encerrada e vira confusão

UOL Notícias