Topo

Caixa amplia linha para caminhões após Guedes criticar medida similar do PT

Do UOL, em São Paulo

2019-04-16T19:47:41

16/04/2019 19h47

Depois de o governo federal anunciar um pacote de medidas para os caminhoneiros, que ameaçam uma nova paralisação, e de o ministro da Economia, Paulo Guedes, criticar o crédito subsidiado oferecido durante o governo de Dilma Rousseff (PT), que colocou um "excesso" de caminhões nas estradas, a Caixa Econômica Federal anunciou hoje uma nova linha de crédito para financiar a compra de caminhões, ônibus, máquinas e equipamentos novos.

A partir de amanhã (17), o banco público irá oferecer uma nova linha de crédito BNDES Finame, que poderá chegar a 100% do valor do bem. Nas condições anteriores, o financiamento estava limitado a 80% do valor.

O pacote de vantagens da Caixa, conforme nota à imprensa, também inclui uma modalidade de capital de giro (recursos do PIS) com taxas a partir de 0,83% ao mês, isenção de IOF e prazo de até 24 meses.

Para esta operação, o banco público destinou o valor de R$ 5 milhões mensais, que será ofertado exclusivamente ao setor de transportes.

Quem optar por abrir uma conta na Caixa também terá isenção das taxas de prestação de serviços que tradicionalmente são cobradas por grandes instituições financeiras de varejo.

(Com Estadão Conteúdo)

Veja dicas para economizar combustível no seu carro

UOL Carros

Mais Economia