PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

FGTS: 84,4% das contas tinham menos de um salário mínimo em 2017, diz Caixa

Do UOL. em São Paulo

24/07/2019 14h42Atualizada em 24/07/2019 15h38

A maior parte das contas do FGTS (84,4%) tinha saldo de até um salário mínimo em 2017, com valor médio de R$ 101,35, segundo o último relatório disponível no site da Caixa Econômica Federal, que cuida do fundo. O governo deve anunciar nesta tarde a liberação do saque de até R$ 500 reais por conta do FGTS.

De acordo com o balanço, havia 214,8 milhões de contas com até um salário mínimo, o que representa 84,4% de todas as contas do FGTS na época --eram 254,4 milhões de contas, entre ativas (vinculadas ao atual emprego do trabalhador) e inativas (de empregos anteriores).

Apesar de serem a grande maioria das contas, elas representavam apenas 5,84% de todos os recursos do FGTS, de R$ 379,2 bilhões.

No extremo oposto, as contas do FGTS com mais de 100 salários mínimos representavam apenas 0,13% das contas, mas continham 14,73% dos recursos.

Saque do FGTS em 2017

Em 2017, o governo adotou medida semelhante à que deve ser anunciada nesta tarde, mas com possibilidade do saque do total do valor das contas inativas, vinculadas a contratos de trabalho encerrados até dezembro de 2015.

Segundo a Caixa, aproximadamente 26 milhões de pessoas sacaram o dinheiro, com valor médio de R$ 1.704. No total, a medida injetou aproximadamente R$ 44,3 bilhões na economia, representando 0,71% do PIB do ano anterior.

Como conferir seu FGTS

UOL Notícias

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no 6° parágrafo desta matéria, aproximadamente 26 milhões de pessoas sacaram o dinheiro do FGTS em 2017, e não 26 bilhões. A informação foi corrigida.