IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Lucro das empresas com ações na Bolsa cresce 73% no 2º tri; bancos lideram

Do UOL, em São Paulo

16/08/2019 12h37

O lucro líquido de 306 empresas brasileiras com ações da Bolsa foi de R$ 71,5 bilhões no segundo trimestre deste ano, o que representa aumento de 73,4% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 41,2 bilhões), de acordo com cálculos da empresa de informações financeiras Economatica.

O setor com maior lucro foi o dos bancos, com ganho de R$ 22,73 bilhões. Em segundo lugar aparece o de petróleo e gás, com R$ 20,35 bilhões, puxado pelo resultado da Petrobras.

Dentre as empresas, a Petrobras liderou os ganhos, seguida por Itaú Unibanco e Bradesco. Por outro lado, a Oi registrou o maior prejuízo (R$ 1,56 bilhão), sendo seguida pelo Carrefour Brasil, com perdas de R$ 494 milhões.

Veja o ranking das dez empresas que mais lucraram

  1. Petrobras: R$ 18,87 bilhões
  2. Itaú Unibanco: R$ 6,81 bilhões
  3. Bradesco: R$ 6,04 bilhões
  4. Eletrobras: R$ 5,56 bilhões
  5. Banco do Brasil: R$ 4,21 bilhões
  6. Santander: R$ 3,41 bilhões
  7. Ambev: R$ 2,52 bilhões
  8. JBS: R$ 2,18 bilhões
  9. Tim: R$ 2,02 bilhões
  10. CSN: R$ 1,75 bilhão

Construção e mineração têm prejuízo

Apenas dois dos 26 setores analisados registraram prejuízo: mineração (R$ 459,21 milhões), muito afetada pelo resultado da Vale (prejuízo de R$ 384,16 milhões), e construção (R$ 105,07 milhões). No mesmo período de 2018, foram sete setores com prejuízo.

Entre as 20 empresas com maiores prejuízos no segundo trimestre, cinco eram de construção e três eram do comércio. Das 20, sete melhoraram seus resultados na comparação com 2018.

A Economatica informa que o levantamento foi feito com base nas informações fornecidas pelas empresas à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) até 15 de agosto.

Iniciantes na Bolsa aprendem a lidar com mercado de ações

redetv

Mais Economia