PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Guedes faz afagos a parlamentares após adiamento da reforma da Previdência

O ministro da Economia, Paulo Guedes - José Cruz/ Agência Brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes Imagem: José Cruz/ Agência Brasil

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

25/09/2019 15h09

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez afagos a deputados e senadores hoje em audiência pública na CMO (Comissão Mista do Orçamento) do Congresso Nacional. O gesto de Guedes ocorreu após a crise política envolvendo o líder do governo no Senado, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e o adiamento em uma semana na votação da reforma da Previdência na Casa.

Ele iniciou o discurso de apresentação do Ploa (Projeto de Lei Orçamentária Anual) de 2020 agradecendo aos parlamentares pela forma como tem sido recebido no Congresso e pela colaboração entre os Poderes Executivo e Legislativo.

"Tivemos um bom exemplo disso na reforma da Previdência. O texto avançou com bastante velocidade na Câmara, que deu contribuições importantes quando os deputados chamaram a atenção do governo para ajustar as propostas feitas no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e na Previdência Rural", disse.

Guedes também afirmou que o Senado deu grande contribuição ao país com a inclusão de estados e municípios. Esse trecho faz parte da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 133 de 2019, conhecida como PEC paralela. Essa proposta só será debatida no Congresso após a aprovação da reforma original.