IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Reforma da Previdência


Senado aprova PEC paralela da Previdência; veja como votou cada senador

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

06/11/2019 20h46

O Senado Federal aprovou, em 1º turno, o texto principal da chamada PEC (Proposta de Emenda à Constituição) paralela, que muda pontos da reforma da Previdência —por exemplo, inclui estados e municípios nas novas regras da aposentadoria.

Foram 56 votos favoráveis e 11 contrários. Para aprovação, eram necessários 49 votos entre os 81 membros da Casa. Veja como votou cada senador.

SIM

Cidadania
Alessandro Vieira (SE)
Jorge Kajuru (GO)

DEM
Chico Rodrigues (RR)
Rodrigo Pacheco (MG)

MDB
Confúcio Moura (RO)
Dário Berger (SC)
Eduardo Braga (AM)
Eduardo Gomes (TO)
Fernando Coelho (PE)
Jarbas Vasconcelos (PE)
José Maranhão (PB)
Luiz do Carmo (GO)
Marcelo Castro (PI)
Marcio Bittar (AC)
Simone Tebet (MS)

PL
Jorginho Mello (SC)
Wellington Fagundes (MT)

Podemos
Eduardo Girão (CE)
Elmano Férrer (PI)
Juíza Selma (MT)
Lasier Martins (RS)
Marcos do Val (ES)
Oriovisto Guimarães (PR)
Reguffe (DF)
Rose de Freitas (ES)
Styvenson Valentim (RN)

PP
Ciro Nogueira (PI)
Daniella Ribeiro (PB)
Esperidião Amin (SC)
Luis Carlos Heinze (RS)
Mailza Gomes (AC)
Vanderlan Cardoso (GO)

Pros
Telmário Mota (RR)

PSB
Leila Barros (DF)

PSC
Zequinha Marinho (PA)

PSD
Angelo Coronel (BA)
Arolde de Oliveira (RJ)
Carlos Viana (MG)
Lucas Barreto (AP)
Nelsinho Trad (MS)
Omar Aziz (AM)
Otto Alencar (BA)
Sérgio Petecão (AC)

PSDB
Antonio Anastasia (MG)
Izalci Lucas (DF)
José Serra (SP)
Mara Gabrilli (SP)
Plínio Valério (AM)
Roberto Rocha (MA)
Rodrigo Cunha (AL)
Tasso Jereissati (CE)

PSL
Major Olimpio (SP)
Soraya Thronicke (MS)

Rede
Fabiano Contarato (ES)
Flávio Arns (PR)

Republicanos
Mecias de Jesus (RR)

NÃO

PDT
Acir Gurgacz (RO)
Weverton (MA)
Kátia Abreu (TO)

Pros
Zenaide Maia (RN)

PSB
Veneziano Vital do Rêgo (PB)

PT
Humberto Costa (PE)
Jean PauI Prates (RN)
Paulo Paim (RS)
Paulo Rocha (PA)
Rogério Carvalho (SE)

Rede
Randolfe Rodrigues (AP)

A reforma da Previdência foi aprovada pelo Senado em 23 de outubro e deve ser promulgada no dia 12, quando passará a valer. Para que a reforma caminhasse mais rapidamente, senadores fizeram um acordo e reuniram as mudanças desejadas em um segundo texto, que é a PEC paralela.

Reforma da Previdência