PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Governo sobe a 2,4% projeção para o PIB e a 3,62% a de inflação em 2020

Os dados foram divulgados hoje pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues - Marcos Oliveira/Agência Senado
Os dados foram divulgados hoje pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

14/01/2020 10h30

Resumo da notícia

  • Projeção foi divulgada pelo Ministério da Economia
  • Equipe econômica espera um crescimento econômico maior que o mercado
  • Entretanto, analistas esperam uma inflação menor que a equipe econômica

O Ministério da Economia estimou que o crescimento econômico e a inflação serão maiores em 2020. A projeção para o PIB (Produto Interno Bruto) passou de 2,32% para 2,4%. Para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a estimativa da equipe econômica subiu de 3,53% para 3,62%.

Os dados foram divulgados hoje pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, e pelo secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida.

O governo está mais otimista que o mercado em relação à expectativa de crescimento econômico. Os dados do Boletim Focus mostram que os analistas esperam um PIB de 2,3%. Entretanto, os economistas esperam uma inflação menor, de 3,58%.

Os dados fazem parte do Boletim Macrofiscal da SPE. Segundo o documento, os indicadores de atividade econômica têm apresentado "surpresas" nos setores de serviços, comércio e construção civil. "Diversos resultados vieram acima da expectativa de mercado, o que explica as sucessivas revisões para cima das projeções para o crescimento econômico para 2019 e 2020", informou o documento.

A alta na expectativa de inflação, segundo o governo, foi influenciada pelo aumento no preço das carnes. "A elevação do preço da carne brasileira se deve ao forte aumento de demanda chinesa, que busca suprir as perdas da produção interna resultantes de gripe suína", informou o boletim.

Para 2019, a equipe econômica também espera um crescimento maior. A projeção para o PIB passou de 0,9% para 1,12%. O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem afirmado publicamente que o crescimento econômico de 2020 será o dobro de 2019.

Economia