PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Festival de publicidade de Cannes é adiado devido à pandemia de coronavírus

Do UOL, em São Paulo

18/03/2020 11h44

A organização do Festival Internacional de Criatividade de Cannes, maior evento de publicidade do mundo, anunciou hoje (18) que sua edição deste ano foi adiada. O encontro, que aconteceria entre 22 a 26 de junho, na França, será realizado de 22 a 26 de outubro.

Segundo comunicado, "a saúde, segurança e bem-estar de nossos clientes, funcionários, patrocinadores e parceiros permanece nossa grande prioridade". A decisão pelo adiamento do evento aconteceu depois de reuniões dos organizadores com parceiros, clientes, oficiais de saúde, prefeitura de Cannes e autoridades francesas.

"Nossa comunidade está enfrentando desafios sem precedentes. Estamos focados em planejar o festival para assegurar todos estejam capazes de reconhecer o trabalho extraordinário que, por sua vez, contribui com negócios e a sociedade", afirmou Simon Cook, diretor geral do evento.

A organização já havia anunciado, na semana passada, que as peças inscritas no festival serão julgadas e premiadas em 2020, independentemente do momento do evento.

O festival de Cannes, além de reunir os maiores nomes da publicidade mundial, é a maior premiação da categoria no mundo.

No ano passado, o Brasil terminou o evento com 85 troféus (os "Leões"). Foram dois Grand Prix, oito Ouros, 21 Pratas e 54 Bronzes na competição. O festival deste ano teve mais de 30 mil campanhas inscritas, de 89 países. O Brasil enviou 2.093 peças publicitárias.

Outros eventos cancelados

Os principais eventos de propaganda e criatividade no mundo foram cancelados neste primeiro semestre.

No final de fevereiro, a cidade de Barcelona (Espanha) receberia a 14ª edição do Mobile World Congress (MWC), com cerca de 100 mil pessoas, de mais de 100 países. A organização cancelou o evento, citando a "preocupação global com o surto de coronavírus, a preocupação com viagens e outras circunstâncias".

A nota de cancelamento do MWC também citou o "respeito ao ambiente seguro e saudável de Barcelona e do país anfitrião". Na data, mais de uma dezena de empresas, como Amazon, Ericsson, Facebook, Intel, LG e Sony, já haviam informado que cancelariam sua presença em Barcelona. O prejuízo pode ultrapassar US$ 500 milhões.

No começo do mês, foi a vez do South by Southwest (SXSW) ser cancelado. A edição deste ano do evento, um dos maiores de inovação do mundo, teria presença recorde de brasileiros. Em 2019, foram mais de 1.600 brasileiros inscritos no festival, sendo a maior delegação estrangeira do evento.

No ano passado, o evento atraiu mais de 410 mil visitantes de 106 países ao Texas, nos Estados Unidos, segundo os organizadores. O movimento financeiro gerado pelo evento pode ser estimado em mais de US$ 350 milhões.

A MIPTV, principal evento internacional do mercado televisivo e de conteúdo e que reúne exibidores do mundo todo, também não terá sua edição 2020. O evento estava marcado para acontecer entre os dias 30 de março a 2 de abril, também na cidade de Cannes.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Mídia e Marketing