PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Mídia e Marketing

Especialistas debatem como enfrentar o colapso no sistema de saúde

UOL Debate  - Arte UOL
UOL Debate Imagem: Arte UOL

Do UOL, em São Paulo

27/04/2020 18h59

Nesta terça-feira (28), às 13h, o UOL Debate vai tratar do colapso no sistema de saúde, que pode acontecer em muitas cidades do país quando o número de UTIs (unidades de terapia intensiva) não for suficiente para atender os pacientes infectados pelo novo coronavírus —ou até mesmo pessoas com outras doenças, como um infarto ou AVC.

Para discutir como enfrentar essa crise, minimizar os impactos que ela pode causar no atendimento à população e trazer soluções para o combate à Covid-19, estarão reunidos os especialistas:

  • Gonzalo Vecina Neto, médico fundador da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ex-secretário municipal de saúde de São Paulo (SP) e professor da Faculdade de Saúde Pública da USP;
  • Amanda Cardoso Montal, médica e membro da Diretoria Clínica do Hospital das Clínicas* da FMUSP;
  • Ricardo Nicolau, diretor do Hospital de Campanha Municipal de Manaus (AM);
  • Pedro Archer, cirurgião-geral e diretor do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (RJ).

O debate terá como mediadora Cristiane Segatto, jornalista especialista em saúde e colunista do VivaBem.

O encontro será transmitido ao vivo na home do UOL, no canal do UOL no YouTube e também nos perfis do UOL no Twitter e no Facebook.

O UOL Debate reúne especialistas e nomes conhecidos do público para abordar como enfrentar os problemas de saúde gerados pela Covid-19, o impacto da desaceleração da economia sobre as pessoas e as empresas, a reação dos governos aos enormes desafios impostos pelo coronavírus, os efeitos de uma sociedade em quarentena para a saúde mental e a educação das crianças, como esportistas e artistas estão lidando com a crise e as perspectivas para seus campos de atuação, entre muitos outros temas.

* Referência brasileira no tratamento e pesquisa de doenças graves, o Hospital das Clínicas precisa arrecadar doações para seguir seu trabalho. Elas podem ser feitas na plataforma oficial: viralcure.org/hc. Campanha #HCCOMVIDA

Mídia e Marketing