PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

British Airways pode demitir até 12 mil pessoas em plano de reestruturação

Avião Concorde que voou apenas pela British Airways e pela Air France, empresas que nasceram estatais e hoje são privadas - Flickr/Mike McBey
Avião Concorde que voou apenas pela British Airways e pela Air France, empresas que nasceram estatais e hoje são privadas Imagem: Flickr/Mike McBey

Do UOL, em São Paulo

28/04/2020 14h43

A British Airways anunciou hoje um plano para se reestruturar após a crise do coronavírus que pode levar à demissão definitiva de até 12 mil pessoas.

A companhia aérea disse, em comunicado reportado pela CNN, que está notificando formalmente seus sindicatos sobre o plano, que "afetará a maioria dos funcionários da British Airways".

Com o início da pandemia de covid-19, a empresa já havia afastado 22.626 funcionários, em regime de licença temporária.

OA IAG, empresa controladora da British Airways e da Iberia, anunciou que teve queda de 13% na receita no primeiro trimestre de 2020.

A companhia aérea alertou que as perdas no segundo trimestre seriam "significativamente piores" por causa do coronavírus e que espera que "a recuperação da demanda de passageiros para os níveis de 2019 leve vários anos".