PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Caixa: 700 mil beneficiários do Bolsa Família não terão auxílio de R$ 600

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

02/05/2020 15h44

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou hoje que 700 mil beneficiários do programa Bolsa-Família não receberão o auxílio emergencial de R$ 600 porque não se enquadram nas regras do programa.

Segundo ele, essas pessoas possuem emprego com carteira assinada ou recebem outro benefício do governo, como o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Segundo Guimarães, um milhão de pessoas fizeram saques do benefício usando cartões. Ele não detalhou o volume sacado pelos clientes da Caixa. Até às 14h de hoje, 892,6 mil pessoas sacaram R$ 506 milhões sem cartões.

Calendário da segunda parcela após decisão de Bolsonaro

A segunda parcela do pagamento do auxílio emergencial será divulgada após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ainda essa semana, afirmou Guimarães.

Ele afirmou que já apresentou uma proposta de datas para o ministro da Economia, Paulo Guedes, e terá uma reunião com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Segundo ele, após os acertos com Onyx será realizada a reunião com Bolsonaro.

Agências abertas no próximo sábado

As filas nas agências da Caixa, declarou Guimarães, ocorrem porque os beneficiários do Bolsa-Família e os informais sem conta demandam atendimento pessoal dos empregados do banco público.

Segundo o presidente do banco, até 1,4 mil agências devem ser abertas no próximo sábado (9) para realização do saque do auxílio emergencial.