PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Brasil produzirá gasolina de 'nível europeu' - e mais cara - em agosto

Combustível deve fazer com que motorista rode mais quilômetros por litro, mas deve ficar mais caro - PAULO WHITAKER
Combustível deve fazer com que motorista rode mais quilômetros por litro, mas deve ficar mais caro Imagem: PAULO WHITAKER

Do UOL, em São Paulo

24/06/2020 07h59

O Brasil vai produzir gasolina com qualidade semelhante ao combustível vendido na Europa e nos EUA já a partir do próximo semestre, em que novas especificações nas refinarias da Petrobras passam a valer. Com isso, o preço do combustível irá aumentar.

A informação foi dada por Anelise Lara, diretora de Refino e Gás da estatal, durante uma live da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva realizada ontem à noite.

Entre as vantagens, segundo a diretoria, estão a redução do consumo e o melhor desempenho dos veículos. Anelise também disse que a "Petrobras está preparada" para produzir o novo combustível.

"A qualidade da gasolina que é produzida e comercializada em outros países tem uma especificação um pouco diferente em relação à nossa gasolina. No Brasil, com a nova regulamentação da qualidade, nós vamos manter o mesmo percentual de etanol misturado à gasolina, mas aumentar a qualidade em termos de octanagem e massa específica. São características positivas", iniciou.

Os valores, por outro lado, devem ser elevados. "Como a gente pratica o preço de paridade importação, ela será mais cara porque será comparada com gasolinas de melhor qualidade do exterior. Mas vai compensar muito porque será uma gasolina mais eficiente, então você vai rodar mais quilômetros por litro. No final, em termos de custo para o consumidor, vai ser positivo", explicou a diretora na live.

Economia