PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

75% dos benefícios tributários ficam com a elite e 25% com pobres, diz Maia

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia - Adriano Machado
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia Imagem: Adriano Machado

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

02/09/2020 18h24

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o sistema de impostos brasileiro e afirmou que 75% dos benefícios tributários ficam com a elite e apenas 25% são direcionados aos mais pobres.

Segundo Maia, entidades empresariais têm distorcido o debate sobre a reforma tributária e os empresários brasileiros precisam entender que precisam dar sua cota de sacrifício para a recuperação da economia brasileira.

"Quer dizer que o cidadão pode pagar a conta da reforma previdenciária. O servidor pode pagar a conta na previdenciária e na administrativa. E o empresário não vai pagar a conta também por que alguém vai dizer que o sistema tributário é não justo no Brasil", disse em tom de provocação.

Maia participou de um debate sobre a reforma tributária organizado pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos). O relator da proposta, deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB), e o presidente da comissão especial, senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Presidente quer votar relatório em 7 de outubro

Durante o evento, Rocha afirmou que espera que a leitura do parecer do relator ocorra em 30 de setembro. Além disso, ele declarou que espera votar o texto em 7 de outubro.

Após prorrogação, a comissão da reforma tributária pode funcionar até 12 de outubro, disse Rocha. O parlamentar declarou que a medida é importante para a recuperação da economia brasileira e seria uma sinalização positiva para a retomada dos investimentos.