PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Caixa paga parcela do auxílio de R$ 600 para outro grupo; veja quem recebe

Do UOL, em São Paulo

04/09/2020 04h00

A Caixa paga nesta sexta-feira (4) uma nova parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para nascidos em março que não estão inscritos no Bolsa Família. O depósito em poupança digital pode ser de qualquer uma das cinco primeiras parcelas, dependendo de quando a pessoa teve o cadastro aprovado pelo Ministério da Cidadania.

A parcela depositada hoje faz parte do calendário do Ciclo 2 de pagamentos. Paralelamente, a Caixa continua liberando saques e transferências do Ciclo 1, que vai até 17 de setembro.

Quem está inscrito no Bolsa Família e tem direito ao auxílio emergencial já está autorizado a sacar a 5ª parcela, por meio do cartão do programa, do Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Veja a seguir o que são os ciclos, os diferentes cronogramas de pagamento e detalhes de como acessar o auxílio emergencial.

O que é um ciclo de pagamento?

A Caixa chama de ciclo cada calendário em que todos os beneficiários do auxílio emergencial (exceto os do Bolsa Família) recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja. Esses cronogramas seguem por ordem do mês de aniversário, começando com os nascidos em janeiro e terminando com os de dezembro.

A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do beneficiário.

Na primeira etapa, o dinheiro é depositado em uma poupança digital da Caixa e, nesse caso, os valores podem ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão virtual. É necessário usar o aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS). A segunda etapa é para o saque do auxílio ou para transferir o dinheiro a outra conta.

No momento, a Caixa está concluindo a etapa de saques do Ciclo 1, enquanto começa a fase de depósitos de uma nova parcela no Ciclo 2.

Novos pagamentos para o público geral (Ciclo 2)

Estes pagamentos do Ciclo 2 valem para quem se inscreveu pelo aplicativo, pelo site, com a ajuda de funcionários dos Correios, ou que já estava no Cadastro Único mas não é beneficiário do Bolsa Família.

A parcela depende de quando o cadastro foi aprovado, de acordo com o seguinte critério:

  • 1ª parcela: quem se cadastrou com ajuda de funcionários dos Correios entre 8 de junho e 2 de julho
  • 1ª parcela: quem foi aprovado depois de contestar o cadastro entre 3 de julho e 16 de agosto
  • 2ª parcela: quem teve o cadastro aprovado em julho
  • 2ª parcela: quem foi aprovado depois de contestar o cadastro entre 24 de abril e 19 de junho
  • 3ª parcela: quem começou a receber o auxílio entre o final de junho e o começo de julho
  • 4ª parcela: quem começou a receber o auxílio em maio
  • 5ª parcela: quem começou a receber o auxílio em abril

Quem já havia recebido a 1ª parcela em meses anteriores mas teve o pagamento reavaliado em agosto volta a receber. Segundo o Ministério da Cidadania, essas pessoas receberão o crédito correspondente a todas as parcelas pendentes.

Saques do Ciclo 1 continuam

Enquanto a Caixa paga uma nova parcela dentro do Ciclo 2, algumas pessoas ainda aguardam autorização para sacar ou transferir a parcela que receberam no Ciclo 1.

Aniversariantes de setembro a dezembro receberam o depósito na poupança digital, mas precisam esperar a data de liberação para saques e transferências, conforme o calendário a seguir:

Próximos ciclos de pagamento

A Caixa tem a previsão de mais dois ciclos de pagamento. São quatro no total. Eles valerão apenas para quem ainda tem parcelas a receber.

O governo confirmou o pagamento de mais quatro parcelas de R$ 300 até o final do ano, mas ainda não deu detalhes do novo cronograma.

Pessoas que estão com parcelas atrasadas deverão receber dois pagamentos nos próximos ciclos. A ideia é que todos consigam receber cinco parcelas no máximo até 30 de novembro, quando acontece o último depósito em poupança digital no Ciclo 4.

Veja a seguir o cronograma completo dos próximos pagamentos divulgados: