PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mídia e Marketing

Women to Watch Brasil homenageia indicadas de 2020

Reprodução
Imagem: Reprodução

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/09/2020 18h21

Sete executivas brasileiras do mercado de comunicação e marketing nacional foram indicadas na edição 2020 do prêmio "Women to Watch Brasil". A iniciativa, idealizada pelo Advertising Age, maior veículo de publicidade do mundo, seleciona e homenageia anualmente as mais bem-sucedidas profissionais no mundo da publicidade, marketing e mídia.

As selecionadas para este ano foram Ana Paula Castello Branco (TIM); Gabriela Onofre (Acesso Digital); Gleidys Salvanha (Google Brasil); Keka Morelle (Wunderman Thompson); Samantha Almeida (Twitter); Sarah Buchwitz (Mastercard) e Viviane Duarte (Plano Feminino).

O "Women to Watch" é realizado há quase duas décadas nos Estados Unidos. No Brasil, o evento é realizado pelo Meio & Mensagem e chega à sua oitava edição. A iniciativa lista, anualmente, um grupo de mulheres que estão colaborando com os negócios de importantes marcas, agências e veículos do país.

Propaganda como agente de transformação

O evento deste ano, realizado de forma online, contou com entrevistas com Alexandra Loras, ex-consulesa da França no Brasil, e com Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo.

"A homenagem tem duplo propósito: mostrar o espaço para termos mais mulheres nos meios de comunicação e estimular que isso aconteça em outros setores. A partir dos cargos de gerência, elas desaparecem. Se a gente não se esforçar para mudar as coisas, ela não mudarão naturalmente", disse Patrícia.

"Temos que acreditar que a propaganda pode ser um agente de transformação. Gosto de trabalhar com essa ideia e temos mostrado que dá resultado, para inspirar as novas gerações a acreditarem nisso também", afirmou Viviane, do Plano Feminino.

"Não se constrói coisas maravilhosas se a gente não tem a primeira oportunidade. Por isso, peço que contratem pessoas negras. Grande parte das pessoas negras precisa transpor barreiras impensáveis para ter direito a ter uma vida comum. Não deveria ser tão difícil o que deveria ser direito", declarou Samantha. A executiva do Twitter foi a entrevistada desta semana do podcast Mídia e Marketing, do UOL.

Maria Laura Nicotero, CEO da agência Momentum, e Daniela Cachich, vice-presidente de marketing da Pepsico, também participaram de um debate sobre a importância da equidade nas empresas. "Precisamos colocar luz nas mulheres que estão fazendo diferença. Ainda há um caminho para ser desbravado", afirmou Maria Laura.

Confira o perfil profissional de cada uma das indicadas:

Ana Paula Castello Branco, diretora de branding e comunicação da TIM

Desde 2017 à frente das estratégias de marca e de posicionamento da operadora de telefonia, Ana Paula tem no currículo passagens por várias áreas do mercado. Foi head de marketing na Huge e, antes, passou 20 anos na Coca-Cola, onde desempenhou diferentes funções, chegando ao posto de diretoria de marketing. É professora de branding da ESPM Rio.

Gabriela Onofre, CMO e sócia da Acesso Digital

Há pouco mais de um ano, Gabriela Onofre deu um novo passo na carreira ao trocar o universo das multinacionais pelo das startups, ingressando na brasileira Acesso Digital. Construiu uma carreira de liderança no nos maiores anunciantes do mundo: foi, por quatro anos, diretora de marketing global da marca Sempre livre, da Johnson & Johnson e passou outros 17 anos na P&G, onde galgou diferentes posições até alcançar o posto de diretora de marketing e comunicação.

Gleidys Salvanha, diretora de negócios para varejo do Google Brasil

Depois de uma trajetória consolidada na área de mídia de grandes agências de publicidade, Gleidys Salvanha, há sete anos, passou para o lado das empresas de tecnologia, liderando a área de soluções comerciais do Google para o varejo. Também passou por Y&R, W/Brasil e venceu o Prêmio Caboré na categoria Profissional de Mídia em 2008.

Keka Morelle, Chief Creative Officer da Wunderman Thompson

Única mulher a ocupar o posto de CCO de uma grande agência brasileira, Keka Morelle assumiu a função em outubro de 2019, após a fusão entre Wunderman e J. Walter Thompson. Antes, foi diretora executiva de criação na AlmapBBDO e também passou por DM9DDB e F/Nazca. Conquistou o prêmio Caboré em 2018 na categoria Profissional de Criação.

Samantha Almeida, diretora do Twitter Next no Brasil

Até junho de 2020, Samantha Almeida ocupou o posto de head of content na Ogilvy Brasil, onde procurou levar ao universo das agências sua experiência de conexão entre marcas, influenciadores e cultura pop adquirida agência eMusic2/Mynd. Também foi líder de comunicação na Avon e na The Esteé Lauder Companies, além de ter trabalhado na Trifil & Scala e Levi Strauss Co. Desde o começo do mês, é diretora do Twitter Next no Brasil.

Sarah Buchwitz, vice-presidente da Marketing e Comunicação da Mastercard

Há mais de três anos na empresa de operações de pagamento, Sarah Buchwitz transitou por diferentes esferas da comunicação. Foi head de marketing da ESPN Brasil, gerente sênior de marcas na Kraft Foods, atuou na Mondeléz e passou quase dez anos na PepsiCo, onde alcançou o posto de gerente global de marketing da marca Lays, em Nova York.

Viviane Duarte, CEO e fundadora do Plano Feminino

Jornalista e empreendedora social, Viviane Duarte criou, há 10 anos, a proposta do Plano Feminino, uma consultoria que visa orientar marcas e empresas a construir narrativas mais reais e responsáveis para as mulheres. Antes, trabalhou nas áreas de marketing e comunicação das empresas Unimed, Alquimia de Ideias e Cocamar. Também fundou o Instituto Plano de Menina.

Mídia e Marketing