PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mídia e Marketing

Vivo investe em conteúdo para se manter próxima ao consumidor

Reprodução
Imagem: Reprodução

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/10/2020 17h31

De olho na agilidade das redes sociais e para se manter próxima do consumidor, a Vivo resolveu investir numa área específica de produção de conteúdo.

A 'Vivo On', nome que a operadora deu ao departamento, tem como objetivo criar posts e pequenos vídeos que estreitem a relação entre a empresa e o público —sejam eles consumidores da companhia ou não.

"Queremos conteúdo e entretenimento para ir além da comunicação. A ideia é se comunicar com os consumidores em diferentes plataformas, com um conteúdo que seja útil, relevante para o público, mas com o 'jeito Vivo' de ser", afirma Marina Daineze, diretora de Imagem e Comunicação da operadora.

Marina cita tutoriais, publicados no YouTube; textos com a visão da marca, no LinkedIn; e vídeos sobre tecnologia, que estão no Instagram, como exemplos dos tipos de produção.

O "Vivo Recicla", que contou com a participação da influenciadora Giovanna Nader, é um deles:

Em outro, no YouTube, a cientista-influenciadora Nina da Hora dá dicas de tecnologia:

"Independente do canal, o conteúdo precisa ser envolvente para o consumidor. A área, que se estabeleceu no início da pandemia, logo criou tutoriais de como configurar o wi-fi, dicas de como melhorar a conexão na casa das pessoas e uma sequência de vídeos que pretendem descomplicar a tecnologia", afirma Marina.

A área, atualmente, possui 3 pessoas da companhia —que realizam a gestão de cerca de 50 profissionais das agências Y&R e Soko, além da produtora Coração da Selva.

"A ideia era criar este ecossistema com as agências, aliado à análise de dados, pesquisadores e o time de criação, para plugar diferentes expertises de profissionais. Não é apenas sobre o produto: é sobre a vida das pessoas", afirma.

Mídia e Marketing