PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Caixa reduz juro do financiamento imobiliário e permite pagamentos parciais

Do UOL, em São Paulo

14/10/2020 16h19Atualizada em 15/10/2020 11h11

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou hoje novas medidas para o crédito imobiliário, como redução de juros do financiamento da casa própria e, para quem já tem empréstimo contratado, a opção de pagar apenas uma parte da prestação por até seis meses.

A Caixa anunciou que não vai renovar a pausa no financiamento. A medida, concedida em março, no início da pandemia, foi renovada três vezes. A última renovação foi no fim de julho, válida por dois meses. Com isso, o cliente teve a possibilidade de ficar sem pagar as parcelas por 180 dias. Esses valores serão diluídos ao longo do restante do financiamento.

Guimarães falou hoje que o banco substituiu a pausa pelo programa de pagamentos parciais. Os clientes poderão pagar 50% da mensalidade por três meses, ou de 50% a 75% do valor mensal por até seis meses, dependendo do perfil do cliente. Não significa que os clientes terão desconto. Os valores não pagos agora deverão ser quitados depois, ao longo do tempo restante de contrato.

Redução dos juros

As taxas de crédito para pessoas físicas no financiamento na modalidade SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) caíram até 0,5 ponto percentual. Com isso, a taxa de juros mais baixa caiu de 6,5% + TR (Taxa Referencial, hoje zerada) para 6,25% + TR, e o teto passou de 8,5% + TR para 8% + TR.

As novas taxas começam a valer em 22 de outubro apenas para novos financiamentos.

Carência de seis meses em novos contratos

O presidente da Caixa também confirmou a renovação da carência de seis meses para o início dos pagamentos em novos financiamentos da casa própria.

O benefício valerá para novas contratações feitas até 30 de dezembro. Os compradores de imóveis novos poderão esperar até seis meses para começar a pagar o financiamento. Nesse período, pagarão apenas seguros e taxa de administração do contrato.