PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Vendas do e-commerce devem crescer 27% na Black Friday

Segundo a Ebit Nielsen, a inflação mais baixa foi um dos indicadores que influenciaram o consumidor brasileiro - Getty Images/iStockphoto
Segundo a Ebit Nielsen, a inflação mais baixa foi um dos indicadores que influenciaram o consumidor brasileiro Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

23/10/2020 13h50

As vendas do comércio eletrônico devem crescem 27% na Black Friday deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. O resultado positivo ainda tem potencial para impulsionar em 38% a performance do e-commerce para o ano de 2020. Os dados são da Ebit Nielsen, empresa de medição e análise de dados.

As previsões superam o desempenho do comércio eletrônico no ano passado. De acordo com a Ebit Nielsen, o faturamento do e-commerce cresceu 16,3% em 2019, alcançando a marca de R$ 61,9 bilhões. Já a Black Friday havia registrado alta de 23,6% para R$ 3,2 bilhões.

"Os números para este ano são muito expressivos por refletir a adaptação do consumidor às compras online", afirmou a líder da Ebit Nielsen, Júlia Ávila. "Nesta pandemia, o e-commerce se tornou um porto seguro ao substituir de forma eficiente e prática o ambiente físico".

De acordo com a empresa de análise, apesar da freada econômica no início da pandemia, vários fatores sinalizam para um processo de retomada — notado, especialmente, neste trimestre.

A inflação mais baixa foi um dos indicadores que influenciaram o consumidor brasileiro, que vem recuperando a confiança nos últimos meses.

Além disso, a criação de contas digitais para o pagamento do auxílio emergencial contribuiu para a bancarização da população. "Esse fator deve ajudar a impulsionar o comércio, aliado ao hábito cada vez mais comum de realizar compras pela internet, que foi potencializado pela covid-19", afirmou a Ebit Nielsen.

No caso da Black Friday, a confiança do consumidor, de que as promoções divulgadas são reais, e o maior conhecimento sobre a data, também foram apontados como aspectos favoráveis a uma maior movimentação do comércio online.