PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Estudo: Negros ocupam só 6,3% dos cargos de gerência em 23 grandes empresas

Felipe de Souza

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/11/2020 18h08

Profissionais negros ocupam apenas 6,3% dos cargos de gerência em 23 grandes empresas nacionais e multinacionais, como Bradesco, Ambev, Petrobras e Unilever, aponta estudo divulgado hoje pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial. Nos conselhos de administração, negros representam só 4,9% das cadeiras. O número é ainda menor entre os cargos executivos: 4,7%.

Os negros (soma de pretos e pardos) são maioria apenas entre aprendizes (57%) e trainees (58%).

A pesquisa foi baseada em questionários respondidos pelas próprias empresas. Os números mostram que há uma tentativa, por parte das companhias, de incorporar os profissionais negros nos primeiros níveis de trabalho, mas não há ainda perspectiva de aproveitamento desses profissionais em níveis mais altos.

"Racismo estrutural"

Para Raphael Vicente, coordenador do estudo, os dados mostram avanço, "mas ainda há racismo. A ideia desse estudo é conscientizar sobre a importância da inclusão de negros no mercado de trabalho e tentar mudar esse cenário", afirmou ao UOL. "O racismo é fruto da própria estrutura social, do modo com que se constituem as relações políticas, econômicas, jurídicas e até familiares."

Participaram da pesquisa as empresas Ambev, Archer Daniels Midland, Bradesco, Bristol Myers Squibb, Carrefour, Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos - GRU Airport, Corteva Agriscience, Eureca Atitude Empreendedora, GE Healthcare, GO Associados, GPA, Intel, KPMG, MetrôRio, Natura, Petrobras,Procter & Gamble, Roche Farmacêutica Brasil, Schneider Electric Brasil, Unilever, United Health Group, Vivo e WMcCann.