PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Rússia afirma que Bitcoin é usada para pagar crimes anônimos

Governo russo admite dificuldade para identificar pagadores - Arquivo/Reprodução
Governo russo admite dificuldade para identificar pagadores Imagem: Arquivo/Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/01/2021 18h18

Assassinos de aluguel anônimos estão sendo investigados por pagamento de serviço com bitcoins. É o que diz a agência russa de notícias TASS.

O bitcoin, a moeda virtual avaliada cada uma em R$ 193.322,50, pode estar financiando crimes reais, mas especialistas confessam dificuldade para investigar pagadores. Konstantin Komarda, chefe do departamento de crimes cibernéticos e de TI do Comitê de Investigação Russo, trabalha na investigação do caso.

"Estamos investigando casos de perpetradores profissionais que são especialistas na esfera de TI e se sentem confiantes no ambiente cibernético, que planejam crimes meticulosamente e usam todos os meios possíveis para manter seu anonimato e não serem punidos, de serviços VPN a títulos cibernéticos. Por exemplo, foi identificado que uma criptomoeda era usada como pagamento em casos de assassinato por contrato", disse à TASS.

O governo russo mobilizou uma grande equipe para descobrir a origem dos pagamentos com a moeda. Saber a origem do pagador ajudaria a também a deter o assassino de aluguel.

"Ao converter em moeda normal, a criptomoeda é lavada através de 15-20 e-wallets pertencentes a terceiros, tornando-as escondidas entre dezenas de milhares de outras transações antes que o dinheiro acabe nas mãos da pessoa a quem foi destinado", comenta o chefe do departamento de TI.

PUBLICIDADE