PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Em Pernambuco, piloto perde R$ 63 mil em leilão falso de veículos

Pedro Ferreira tentou comprar carro em site que imita página de empresa de leilões conhecida em PE - Acervo pessoal
Pedro Ferreira tentou comprar carro em site que imita página de empresa de leilões conhecida em PE Imagem: Acervo pessoal

Ed Rodrigues

Colaboração para o UOL, no Recife

10/02/2021 17h26

Um piloto do Recife perdeu R$ 63 mil ao participar de um falso leilão online de automóveis. Pedro Ferreira, 28 anos, investiu todas as economias na compra de um veículo oferecido na web, em site que imita a página de uma empresa de leilões conhecida em Pernambuco. O preço abaixo do mercado foi a isca que levou ele a cair no golpe.

O site apresentava todas informações referentes à empresa oficial, com procedimentos, telefones e endereço. Somente depois de concluir o pagamento foi que o piloto começou a desconfiar.

"Recebi uma ligação da suposta empresa me parabenizando pela compra do carro. Em seguida, foi me explicando como eu precisava fazer para seguir com o processo. Assinei o contrato, realizei a transferência bancária e aguardei a nota fiscal", relembrou ao UOL.

Pedro Ferreira tentou ver o veículo antes de efetuar o pagamento, mas ouviu que não seria possível por causa das medidas de prevenção ao novo coronavírus.

Pedro site - Reprodução - Reprodução
Vítima de golpe realizou todos os procedimentos para compra, mas golpistas alegaram motivos de pandemia para que ele não visse o carro
Imagem: Reprodução

Depois do pagamento, a quadrilha passou a não atender mais as ligações da vítima. No desespero, o jovem conseguiu entrar em contato com a empresa de verdade, que respondeu que o último leilão ocorreu em dezembro de 2020.

"Quando fui pesquisar, cliquei na primeira opção de site que apareceu na internet. Vi que era real pelo endereço, logomarca, telefones com DDD do estado, além de outros detalhes. Não tive dúvidas e fiz o negócio", lamentou.

O jovem registrou queixa na Delegacia de Repressão ao Crime Cibernético. Na unidade especializada, foi informado que a quadrilha tem São Paulo como origem e já realizou vários golpes pelo país. Os dados utilizados pelos criminosos na página falsa são de uma empregada doméstica do interior do estado.

O UOL procurou a Polícia Civil de Pernambuco. Em nota, o órgão de segurança informou que instaurou inquérito e que está investigando o caso.