PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Mesmo com restrições em cidades, governo espera PIB 3,2% maior em 2021

LUIS LIMA JR/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: LUIS LIMA JR/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

17/03/2021 10h01Atualizada em 17/03/2021 10h19

O fechamento do comércio e dos serviços em várias cidades do Brasil em decorrência do aumento do número de casos do coronavírus não afetou as projeções do Ministério da Economia. Segunda a pasta, o PIB (Produto Interno Bruno) do Brasil vai crescer 3,2% em 2021.

O Ministério da Economia mantém a projeção de crescimento de 3,2% desde novembro de 2019. Naquele momento, havia uma expectativa de forte recuperação da economia.

Para justificar a estimativa de crescimento, o Ministério da Economia afirmou, por meio do Boletim Macro Fiscal, que "as incertezas são elevadas com os desafios de enfrentamento à pandemia, mas deve-se considerar os indicadores no primeiro bimestre que apontam continuidade da recuperação da atividade econômica".

No mercado, a mediana das expectativas dos analistas, aponta para um crescimento de 3,23%. Entretanto, há quatro semanas, a projeção era de alta de 3,43%. As projeções apresentadas pelo Boletim Focus do BC (Banco Central) foram diminuídas nas duas últimas semanas.

Governo espera inflação maior em 2021

Apesar do otimismo com o crescimento econômico no ano, o Ministério da Economia aumentou a estimativa para a inflação de 2021.

A projeção passou de 2,94% para 4,4%, acima do centro da meta de inflação para o ano, de 3,75%, mas dentro da margem de tolerância, que é de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos, ou seja, podendo variar entre 5,25% e 2,25%

Segundo o governo, a inflação mais alta decorre do aumento no preço dos alimentos e dos combustíveis.

Como os preços de boa parte dos alimentos e dos combustíveis levam em conta o valor das commodities internacionais, o encarecimento do dólar afeta ainda mais a inflação no Brasil.

UOL Economia+ fará evento para quem quer investir

Entre 23 e 25 de março, o UOL Economia+ e a casa de análises Levante Ideias de Investimento realizarão evento online gratuito. O economista Felipe Bevilacqua, analista certificado e gestor especialista da Levante, comandará três grandes aulas para explicar ao leitor do UOL como assumir as rédeas do próprio dinheiro.

O evento é gratuito para todos os leitores UOL. Garanta o seu lugar no evento aqui.

Ao clicar em “Enviar”, você concorda com a Política de Privacidade do Grupo UOL e aceita receber e-mails de produtos e serviços do Grupo UOL e demais empresas integrantes de seu grupo econômico. O Grupo UOL utiliza as informações fornecidas para entrar em contato ofertando produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser.