PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Bilionário que foi ao espaço, Bezos ganhou R$ 9.378 por segundo em 2020

Colaboração para o UOL

07/04/2021 16h36Atualizada em 20/07/2021 16h45

O bilionário Jeff Bezos, que foi ao espaço nesta terça-feira (20), é a pessoa mais rica do mundo há quatro anos, segundo ao ranking da revista Forbes. Em 2020, o fundador da Amazon viu sua fortuna crescer US$ 64 bilhões, de US$ 113 bilhões para US$ 177 bilhões, mesmo com a crise do coronavírus.

Durante o ano de 2020, Bezos ficou US$ 2.029,43 mais rico a cada segundo. Por minuto, o valor é ainda mais exorbitante: US$ 121.765,80.

Convertendo em reais, Bezos passou de R$ 587 bilhões para R$ 1 trilhão no último ano. A publicação norte-americana usou o câmbio e valor das ações do dia 5 de março deste ano (R$ 5,684) e do dia 18 de março do ano passado (R$ 5,196).

Isso significa que, em reais, Bezos ficou R$ 562,718 mais rico a cada minuto no último ano, R$ 9.378 mais rico por segundo.

Renda dos brasileiros X fortuna de Bezos

Segundo o IBGE, a renda média atual do brasileiro é de R$ 1.380 mensais, o que dá R$ 16.560 por ano. Isso significa que, para faturar o que um brasileiro médio ganha anualmente, Bezos precisou de menos de dois segundos.

Como ele ficou mais rico em 2020?

A Amazon teve um aumento nas vendas online durante a pandemia de covid-19, à medida que as pessoas passaram a fazer compras online durante os períodos de quarentena e lockdown. As ações se valorizaram 61% nos últimos 12 meses e, no momento, a empresa está avaliada em US$ 1,66 trilhão.

Como resultado, Bezos viu seu patrimônio líquido aumentar em 2020. Cerca de 90% da riqueza do empresário vem das ações na Amazon, na qual ele tem 11% de participação. Ele também é dono do jornal The Washington Post e da empresa de exploração espacial Blue Origin, que concorre com empresas como a SpaceX de Elon Musk.

Viagem ao espaço

Bezos realizou, nesta terça-feira, seu sonho de longa data de ir ao espaço e abrir uma porta para o turismo espacial.

Aos 57 anos, ele deixou os confins da Terra por vários minutos, a bordo da espaçonave New Shepard, fabricada pela Blue Origin, empresa de sua propriedade e fundada em 2000.

Esta viagem de mais de 100 km acima do solo aconteceu duas semanas após Bezos deixar o cargo de CEO da Amazon. Em 27 anos, a empresa, que surgiu como uma startup montada em uma garagem para vender livros, tornou-se uma corporação em expansão avaliada em US$ 1,8 trilhão na Bolsa de Valores de Nova York.

Na façanha espacial, o bilionário esteve acompanhado do irmão Mark, da ex-aviadora Wally Funk e do holandês Oliver Daemenen. Aos 82 e 18 anos, respectivamente, estes dois últimos foram a pessoa mais velha e a mais jovem a chegar ao espaço.

PUBLICIDADE