PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Para evitar crise, Aneel ativa termelétricas e gera custo de R$ 9 bilhões

Vista de usina termelétrica a gás natural em Uruguaiana (RS) - Reuters Photographer
Vista de usina termelétrica a gás natural em Uruguaiana (RS) Imagem: Reuters Photographer

Do UOL, em São Paulo

15/06/2021 17h56

A autorização para o uso de todas as usinas termelétricas no país este ano terá um custo adicional de R$ 9 bilhões aos consumidores de energia. A informação é do diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, ao jornal O Globo.

Segundo o jornal, os consumidores deverão pagar bandeiras tarifárias — uma taxa extra que é cobrada quando o custo da geração de energia sob — para arcar com a despesa. O valor da conta de quem está sujeito ao patamar mais alto do sistema de bandeiras pode subir mais de 20%.

Ainda de acordo com a reportagem, esse custo adicional se dá por conta da necessidade de acionar todas as termelétricas, como resultado de uma seca histórica que prejudica a geração de energia por meio de hidrelétricas. O jornal aponta que a seca na região de algumas das principais hidrelétricas do país é a pior dos últimos 91 anos.

As usinas termelétricas, porém, são mais caras. Em audiência pública na Câmara, André Pepitone afirmou: "Nós vamos ter um custo adicional de R$ 9 bilhões e, até abril, já se gastou R$ 4 bilhões adicionalmente".

Na mesma ocasião, Pepitone afirmou que a agência está trabalhando para evitar o risco de desabastecimento. De um lado, há um esforço para antecipar a conclusão de empreendimentos de geração e transmissão de energia. De outro, a agência trabalha em campanhas para estimular o uso racional de energia.