PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Mídia e Marketing

Alexandre Bouza, VP do Boticário: "Temos que vender pelas boas causas"

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/07/2021 11h14

A importância social das marcas tem crescido a cada dia. Qual a importância das empresas dentro da sociedade? O podcast Mídia e Marketing desta semana recebe Alexandre Bouza, vice-presidente de consumer do Grupo Boticário —veja a entrevista completa no vídeo acima.

"Trazer a beleza para padrões mais realistas é super relevante. A responsabilidade das empresas é mostrar isso. Temos quer vender, mas temos que vender pelas boas causas, pelas boas razões", diz (a partir de 22:09).

"Toda marca tem uma responsabilidade, mas marcas vencedoras são aquelas que conseguem aliar essa busca por lucratividade com responsabilidade social", afirma (a partir de 14:40).

O executivo também fala sobre como a marca mudou sua forma de comunicar durante a pandemia.

"A marca procurou levar mais bem-estar para as pessoas, mais momentos de conforto, como de cuidados pessoais e de beleza, que dão um alento que para as pessoas. Também precisamos entender qual era o momento dos consumidores, com campanhas que falavam de ficar em casa, de se cuidar. A ideia foi organizar a mensagem para criar uma conexão maior com o consumidor", diz (a partir de 1:39).

As marcas do Grupo Boticário sempre abordaram a diversidade racial e sexual em suas campanhas. Isso valoriza a imagem da empresa?

"Um aspecto importante do Boticário é ser uma marca democrática. Precisa ter mensagens que sejam acessíveis a essa diversidade de pessoas, mas não pode abrir mão do lugar de fala. O objetivo não é apontar dedo: é mostrar que podemos evoluir como sociedade", declara (a partir de 15:01).

Bouza também fala como, diante de um número cada vez maior de informações sobre consumo das pessoas, é fundamental ter profissionais conectados de fato com seus clientes.

"Os consumidores passaram a adotar hábitos mais racionais no momento de compra. Por isso, também precisamos fazer com que nossas mensagens alcancem as pessoas no momento certo", afirma (a partir de 25:50).

"O marketing tem muito esse papel de interpretar tendências de consumo, de renda e de momentos culturais. Nesse ponto, a gestão de dados tem ajudado. Mas eu acho que é fundamental ter um nível rápido de inovação no ponto de vista de produtos e no ponto de vista de mensagem" afirma (a partir de 36:25).

Mídia e Marketing