PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Mídia e Marketing

Dove Men+Care lança campanha para para questionar figura do "macho"

Trecho de campanha da Dove Men+Care - Reprodução/Youtube
Trecho de campanha da Dove Men+Care Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL, em São Paulo

07/07/2021 14h54Atualizada em 07/07/2021 15h58

A Dove Men+Care lançou uma nova campanha que visa questionar os estereótipos tradicionais de masculinidade. Com a campanha "Se importe menos, se cuide mais", as ações pretendem inspirar homens a repensarem o cuidado de si mesmos e com os outros.

A campanha foi criada pela agência GUT, com um time composto inteiramente por profissionais brasileiros. Os comerciais usam homens reais em cenas do cotidiano, geralmente retratadas com personagens femininos, propondo reflexões em relação à masculinidade.

Entre as cenas, estão as de um homem depilando as axilas e outros usando secador nos cabelos. O elenco conta com nomes como o do atleta paralímpico Gustavo Carneiro Silva. Nas imagens, a marca afirma que nada é capaz de transformar alguém em "mais" ou "menos" homem. Assista:

"Ainda existe uma grande barreira cultural, mas, sim, os homens brasileiros estão se interessando cada vez mais por cuidados pessoais. Queremos provocar essa reflexão para normalizar a relação entre cuidado e masculinidade por causa dos efeitos positivos que isso tem na saúde e bem-estar dos homens e da sociedade como um todo", afirma Camila Garbin, gerente de Marketing de Dove Men+Care.

O projeto busca romper com a crença de certos padrões relacionados à masculinidade e estimular a reflexão acerca destes comportamentos na sociedade. Assim, a campanha foi desenvolvida em diversas frentes de comunicação e com conteúdos simultâneos.

"Trouxemos personagens reais, homens que poderiam ser eu ou qualquer um de nós, que olham para si mesmos e gostam do que veem. Conseguimos, a partir de cenas sensíveis e extremamente verdadeiras, captar manifestações espontâneas de autoestima, fruto do autocuidado", diz Bruno Brux, diretor executivo de criação da agência.

Segundo dados do Google Consumer Survey, de abril de 2018, mais de 50% da população masculina prefere caçoar ou até mesmo não comentar quando os amigos mudam de aparência. O estudo ainda aponta que 49% deles só discutem cuidados pessoais e trocam dicas de produtos quando são questionados.

Garbin defende que a campanha é uma proposta para que os homens ampliem as suas noções de cuidado.

"Vivemos em um contexto sociopolítico que continua a reforçar estereótipos masculinos ultrapassados. Crescemos com a visão de que o homem não chora, não pode expressar sentimentos e nem cuidar da aparência. Quando os homens se libertam desses padrões limitantes, a sociedade ganha como um todo", afirma Camila.

Mídia e Marketing